WandaVision: Criadora explica morte de Maria Rambeau

Cena de Capitã Marvel (Reprodução / Marvel)
Cena de Capitã Marvel (Reprodução / Marvel)

O quarto episódio de WandaVision veio cheio de revelações, e um dos mais chocantes foi a notícia de morte de Maria Rambeau, a mãe de Monica Rambeau (Teyonah Parris).

Em uma entrevista para o site Comic Book, Jac Schaeffer, a criadora e roteirista de WandaVision falou sobre a morte da melhor amiga da Capitã Marvel.

“Foi uma decisão difícil. Tenho uma opinião muito forte sobre Maria e sua relação com Monica. É uma grande parte dela como personagem. Mas nós realmente queríamos estabelecer Monica com um caminho difícil”.

Ela acrescentou:

“Nós queríamos mergulhar na personagem da melhor maneira que podíamos e meio que sermos concisos em deixar o público onde estamos na linha do tempo do MCU, deixando que eles soubessem qual o tom daquele episódio seria e que nós não estamos de brincadeira. Missão cumprida. A cena de abertura foi muita coisa para aguentar”.

Schaeffer ainda comentou sobre como discutiu com sua equipe sobre o “blip”:

“Sobre preparar as coisas, tivemos muitas conversas sobre como deve ter sido voltar do blip. E rapidamente a ideia de um hospital pareceu realmente… apenas uma maneira muito interessante de apresentar aquilo, de mostrar o medo e a confusão daquilo, e entrar de forma visceral no ponto de vista de Monica naquele momento”.

Saiba mais

Maria Rambeau estava fazendo um tratamento contra um câncer, ao qual estava tendo um grande progresso.

Quando o “estalo” de Thanos retirou da existência metade do universo, Monica estava entre as pessoas que sumiram repentinamente.

Quando Hulk causou o “blip”, trazendo de volta à existência Monica a outra metade o universo, Monica acordou no hospital e se surpreendeu ao ver que sua mae não estava lá.

Monica procurou mais informações sobre o que aconteceu e descobriu que estava desaparecida por cinco anos. Após três anos de seu sumiço, o câncer de sua mãe voltou e causou seu falecimento.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›