Vikings: Como Floki conseguiu sobreviver no final?

publicidade

A segunda parte da sexta temporada de Vikings revelou que Floki havia sobrevivido aos acontecimentos na caverna, porém, o personagem quase morreu.

O criador da série, Michael Hirst, revelou que ele considerou matar o personagem por um bom tempo, porém, sentiu que não deveria fazer isso. A sua principal razão é que ele queria ser justo com os personagens, conforme falou em entrevista ao Express.

publicidade

Hirst considerou o fato de que Floki sobreviveu às seis temporadas da série e sempre incorporou o estilo de vida viking de aventura e exploração, não importa o quão peculiar e excêntrico ele fosse.

Um outro motivo é que ele era um dos poucos melhores amigos de Ragnar que haviam sobrevivido até aquele momento.

Floki (Gustaf Skarsgård) em Vikings: (Reprodução)
Floki (Gustaf Skarsgård) em Vikings: (Reprodução)

O que Floki foi fazer na Islândia?

Seu plano de fazer essa viagem é porque ele acreditava que a Islândia poderia ser Asgard, uma espécie de terra sagrada da Mitologia Nórdica, ou pelo menos algum tipo de reino terrestre que os deuses nórdicos teriam reservado para ele.

publicidade

Entretanto, quando ele entrou na caverna pela primeira vez, ele se deparou com uma cruz e quando ele a viu, suas crenças foram abaladas porque ele entendeu que os vikings não foram os primeiros a se estabelecerem lá, mas sim os cristãos.

As tensões entre povos cristãos e não cristãos são um tópico explorado desde o início em Vikings, e ainda com mais força em Vikings: Valhalla, seu spin-off.

publicidade

Floki nunca se deu bem com cristãos devido ao fato de ser um fundamentalista religioso, intolerante e completamente devoto às suas crenças nos seus deuses.

Ele chegou até mesmo a matar Aethlestan por causa disso, já que não tolerava a amizade entre o monge cristão e Ragnar Lothbrok.

Assim, ainda que a Islândia não fosse a terra dos deuses, como Floki imaginava, ele saiu bem da caverna.

publicidade

Morrer em uma caverna ao lado de uma cruz cristã não faria realmente nenhuma justiça ao personagem, sendo mais satisfatória, então, a decisão de Hirst de mantê-lo vivo.

Vikings e Vikings: Valhalla estão disponíveis na Netflix.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›