Vida de rei! Brad Pitt compra castelo por valor milionário na Califórnia

O ator é um dos mais bem-sucedidos de Hollywood

publicidade

A fim de mudar de ares, o ator Brad Pitt desembolsou 40 milhões de dólares (cerca de 215 milhões de reais) e comprou um castelo na cidade de Carmel, na Califórnia.

O local foi construído entre os anos de 1918 e 1922 e já foi o lar do escritor Daniel Lewis James.

publicidade

Até o momento, o ator não divulgou se planeja se mudar definitivamente para o local ou se vai utilizá-lo para outro fim.

Ao longo de tantos anos de carreira em Hollywood, ele tem uma das maiores fortunas dentre os atores de sua geração.

Recentemente, ele se separou de Angelina Jolie, com quem foi casado por vários anos. Os dois se enfrentaram nos tribunais por desavenças em relação a uma vinícola que possuem em comum, mas ele acabou perdendo.

Brad Pitt em campanha de eletrodomésticos
Brad Pitt em campanha de eletrodomésticos (Divulgação)

Briga na justiça

publicidade

Todo o processo com Angelina Jolie começou quando ela tomou a decisão de vender sua participação na vinícola que pertencia ao casal.

Pitt alegou que a venda teria sido ilegal, já que os dois concordaram que nunca poderiam fazer nenhum tipo de negociação sem que os dois concordassem.

publicidade

Entretanto, Jolie vendeu a sua parte para o empresário russo Yuri Shefler, que é dono da marca de vodcas Stolichnaya.

Na última sexta-feira (22), entretanto, os advogados de Jolie conseguiram uma intimação para que Brad Pitt, seu administrador de negócios e sua empresa, a Mondo Bong, entregassem todos os documentos da propriedade para os novos sócios, sem outra opção.

Os advogados dela explicaram:

publicidade

“Então ela tomou a difícil decisão de vender sua parte do negócio. Depois de fazer várias ofertas ao ex-marido, e sabendo que o negócio seria herdado pelos filhos, ela encontrou um parceiro de negócios com experiência neste setor.”

Brad Pitt e Angelina Jolie em Sr. e Sra. Smith (Foto: Divulgação)

Ator desabafou sobre depressão e afirmou que se sentiu sozinho a vida toda

Além dos problemas com a ex-mulher, o ator desabafou à revista americana GQ sobre sua saúde mental.

publicidade

“Eu sempre me senti muito sozinho na minha vida, sozinho crescendo quando criança, sozinho mesmo aqui, e foi somente recentemente que eu tive um abraço maior dos meus amigos e familiares”.

“O que é essa linha [da tatuagem], era [o poeta Rainer Maria] Rilke ou Einstein, acredite ou não, mas era algo sobre quando você pode andar com o paradoxo, quando você carrega dor real e alegria real simultaneamente, isso é maturidade, isso é crescimento”, ele afirmou.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›