Thor: Amor e Trovão é banido na China por cena LGBTQ+

País impediu a exibição do longa por incluir cenas com personagem LGBTQIA+

publicidade

O filme Thor: Amor e Trovão foi banido China por incluir cenas LGBTQIA+ e se tornou o sexto filme da Marvel a ser barrado no país pela mesma razão.

A justificativa do órgão de regulamentação do país se baseia em elementos do roteiro que mostram os dois pais de Korg, seu momento na tela com outro Kronan e a insinuação da bissexualidade de Valquíria.

publicidade

Outros filmes do Universo Cinematográfico da Marvel também já enfrentaram este mesmo problema no país. Entre eles estão: ‎‎Viúva Negra‎‎, Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis‎‎, ‎‎Eternos‎‎, ‎‎Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa‎‎ e ‎‎Doutor Estranho no Multiverso da Loucura.‎

Jane Foster (Natalie Portman) e Thor (Chris Hemsworth) em Thor: Amor e Trovão (Reprodução / Marvel)
Jane Foster (Natalie Portman) e Thor (Chris Hemsworth) em Thor: Amor e Trovão (Reprodução / Marvel)

Deu ruim! Diretor de Thor 4 leva bronca dos fãs após criticar efeitos visuais do próprio filme

Em uma entrevista à Vanity Fair, o diretor Taika Waititi fez uma análise da aparência de Korg e questionou se, naquela sequência, ele estava parecendo real.

A atriz Tessa Thompson, que também estava presente, não conseguiu conter as risadas e respondeu: “nesta cena específica, não”.

publicidade

Acontece que a piada pegou mal justamente por causa das denúncias de membros da equipe de pós-produção e efeitos especiais, que disseram que as condições de trabalho na Marvel são ruins e que os salários são baixos.

Trabalhos acumulados, jornadas exaustivas e baixos salários são algumas das queixas dos profissionais que atuam na parte de efeitos especiais das produções do estúdio.

publicidade
Valkiria luta com nova arma especial em cena de trailer de Thor: Amor e Trovão (Divulgação/Marvel)

Por causa disso, os fãs criticaram Waititi no Twitter:

“Os artistas de efeitos visuais da Marvel foram pressionados para fazer isso e trabalham duro para que o filme seja lançado a tempo. Se não ficou legal, isso é culpa do estúdio, e como um diretor você deveria ter interferido e dito que não estava pronto, não fazer piada com seu próprio filme no final de semana da estreia”, escreveu uma pessoa.

publicidade

“É estranho quando o diretor e a estrela do filme fazem isso. A equipe de efeitos visuais merece mais respeito e tempo para trabalhar nessas coisas (e ter salários maiores)”, publicou outro internauta.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›