The Stand: Veja como a série mudou personagens do livro A Dança da Morte

The Stand (Divulgação / CBS)
The Stand (Divulgação / CBS)

ATENÇÃO! A MATÉRIA CONTÉM SPOILERS!

O sexto episódio de The Stand estreou na CBS All Access na quinta-feira (21) com o título de The Vigil, que não só surpreendeu os telespectadores como também apresentou alguns personagens.

Por ser uma adaptação de um livro de Stephen King, a série apresenta algumas mudanças de sua fonte. Contudo este novo episódio trouxe mudanças mais significativas que os anteriores.

O site Comic Book mostrou algumas da maiores alterações entre o livro e a série.

Trashcan Man

Trashcan Man (Ezra Miller) em The Stand (Reprodução / CBS)
Trashcan Man (Ezra Miller) em The Stand (Reprodução / CBS)

A maior mudança neste episódio pode ser controversa para os fãs do romance de King: a interpretação de Donald Merwin Elbert, mais conhecido como The Trashcan Man.

O personagem é interpretado por Ezra Miller, e o retrato real está longe de como o livro estabelece o personagem.

No livro, a história do Trashcan Man é bem desenvolvida ao longo de vários capítulos e ele é um personagem muito simpático. O piromaníaco mentalmente doente teve uma infância muito difícil e traumática e, quando deixado sozinho passa a ceder aos seus desejos mais profundos de iniciar incêndios.

Ele é facilmente atraído para Las Vegas por Randall Flagg, mas sua jornada ao longo do caminho é tão repleta de dificuldade e horror quanto qualquer um dos outros personagens – em um ponto ele encontra e viaja com um personagem chamado The Kid que o brutaliza sexualmente.

Assim que chega a Las Vegas, Trashy consegue um emprego, mas acaba destruindo as armas de New Vegas e os pilotos que Flagg pretendia usar para realizar um ataque aéreo em Boulder.

No livro, ele obtém o dispositivo nuclear como forma de se desculpar com Flagg por sua sabotagem.

No episódio, embora geralmente se comece no mesmo lugar em que encontramos Trashy no livro, tudo é diferente.

A versão de Miller do personagem é apenas verbal, abertamente perturbada e aparece como uma caricatura do personagem.

Enquanto Trashy ainda é convocado para Vegas por Flagg (Alexander Skarsgard), toda a sua jornada é cortada da história, não dando ao público nenhuma compreensão de quem ele é.

Sua história é largamente deixada para gritos e grunhidos excêntricos de Miller e, ao chegar em Las Vegas, Flagg essencialmente diz a ele para ir encontrar a bomba nuclear, algo que é uma grande mudança na história.

Mother Abagail na floresta

Mother Abagail (Whoopi Goldberg) em The Stand (Divulgação / CBS)
Mother Abagail (Whoopi Goldberg) em The Stand (Divulgação / CBS)

O tempo de Mother Abagail no deserto é outra grande mudança. No livro, os detalhes do tempo de Mother Abagail tentando voltar a ouvir a voz de Deus são ocultados principalmente dos leitores.

Tudo o que aprendemos é que é sua vontade enviar um grupo a Las Vegas e que seu retorno não foi prometido.

No episódio, o tempo de Mother Abagail (Whoopi Goldberg) no deserto inclui um confronto com Randall Flagg com Flagg zombando dela e a velha mulher continuando sua convicção e fé.

O confronto termina com Mother Abagail aparentemente como a ‘vencedora’ – mas tudo muda mais tarde no episódio, graças a Harold e Nadine.

Frannie, Harold e a bomba

Frannie (Odessa Young) e Harold (Owen Teague) em The Stand (Divulgação / CBS)
Frannie (Odessa Young) e Harold (Owen Teague) em The Stand (Divulgação / CBS)

No livro, Frannie nunca realmente confronta Harold. Ela invade a casa de Harold conforme sua suspeita aumenta, mas ela realmente não encontra nada em termos de explosivos.

Na série, no entanto, Frannie (Odessa Young) encontra o manifesto de Harold, assim como a bomba – que por si só tem um design diferente na série em comparação com o livro. Ela também acaba tendo um confronto com Harold (Owen Teague), que a encontra em sua casa.

Ele acaba trancando-a em seu porão e sai correndo para executar seu plano, embora Frannie consiga escapar e correr para tentar impedir as coisas.

Também é importante notar que o alvo da bomba é diferente. No livro, é uma reunião de comitê. No episódio, o objetivo é uma vigília na casa da Mother Abagail.

O resultado final, entretanto, é o mesmo. Quando a bomba detona, Nick Andros (Henry Zaga) é morto, embora muitas vidas sejam salvas quando Joe (Gordon Cormier) encontra Mother Abagail.

A descoberta da Mother A por Joe também é uma invenção da série, mas funciona da mesma forma que o retorno da Mother A no livro.

Tom foge de Vegas

Tom Cullen (Brad William Henke) em The Stand (Reprodução / CBS)
Tom Cullen (Brad William Henke) em The Stand (Reprodução / CBS)

Outra mudança na história deste episódio é como Tom Cullen, o último espião sobrevivente, deixa Vegas.

No livro, Tom simplesmente vê a lua cheia no céu sobre Las Vegas e, lembrando-se de que esse é seu sinal para sair e voltar para casa, calmamente pega sua mochila, sobe em sua bicicleta e sai da cidade.

Há um momento tenso em que Tom sente Flagg, mas, na maior parte do tempo, sua fuga é sem drama.

No episódio, a nota de Dayna que diz “corra” na semana passada acaba sendo o que leva Tom (Brad William Henke) a perceber que ele tem que ir, mas não é uma partida simples e controlada.

Em vez de sair de bicicleta da cidade sob o manto da escuridão, Tom se esconde em um caminhão cheio de cadáveres, no momento em que os homens de Flagg vêm buscá-lo.

Formado em administração e psicologia. Fez curso de desenho com especialização em cartoons. Adora videogame, animações e filmes e séries de super heróis e monstros.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›