The Big Bang Theory consumiu muito dinheiro e deixou seus atores milionários; veja valores de cada episódio

A sitcom é uma das mais amadas pelo público até hoje, mas não saiu barata.

publicidade

A primeira temporada de The Big Bang Theory estreou no ano de 2007 e teve 17 episódios. A série se tornou um grande sucesso desde então.

De acordo com uma publicação recente, seus episódios não saíram nada baratos e custaram em torno de 9 milhões de dólares, cada um.

publicidade

Apesar de ter sido filmada diante de uma plateia real, como acontece com muitas sitcoms, a série não precisa de tantos efeitos especiais e nem de cenários mirabolantes, já que, a maioria deles é fixo.

Penny (Kaley Cuoco) e Leonard (Johnny Galecki) em The Big Bang Theory (Reprodução)
Penny (Kaley Cuoco) e Leonard (Johnny Galecki) em The Big Bang Theory (Reprodução)

Sendo assim, muitas pessoas ficam em dúvidas sobre o motivo pelo qual foi tão caro fazê-la, mas o motivo não é tão difícil de descobrir: o salário dos protagonistas era altíssimo.

Somente nas primeiras temporadas, os atores Jim Parsons, Johnny Galecki e Kaley Cuoco – que interpretavam Sheldon, Leonard e Penny, respectivamente – ganhavam em torno de 60 mil dólares por episódio.

publicidade
Howard e Bernadette em The Big Bang Theory (Reprodução)
Howard e Bernadette em The Big Bang Theory (Reprodução)

Já os atores secundários ganhavam um pouco menos, mas, ainda assim, não era nada barato.

publicidade

Simon Helberg (Howard), Kunal Nayyar (Raj), Melissa Rauch (Bernadette) e Mayim Bialik (Amy) recebiam 45 mil dólares por episódio que colocavam sua carinha no ar.

Entretanto, com o passar do tempo, esses valores, obviamente, foram subindo ainda mais.

O trio principal (Parsons, Galecki e Cuoco), juntamente com Kunal Nayyar e Simon Helberg passaram a ganhar 1 milhão de reais a cada episódio, enquanto Melissa Rauch e Mayim Bialik viram seu salário subir para 425 mil dólares por episódio filmado.

publicidade
Sheldon e Amy em The Big Bang Theory (Reprodução)
Sheldon e Amy em The Big Bang Theory (Reprodução)

Vale destacar, porém, que nem todos os atores tiveram a mesma sorte. Kevin Sussman, por exemplo, não viu seu salário subir tanto assim.

O intérprete de Stuart, o dono da loja de quadrinhos, continuou recebendo ‘apenas’ 50 milhões de dólares por cada episódio que apareceu.

publicidade

Isso significa dizer que ele saiu da série com um patrimônio de 1,7 milhão de dólares, já que participou de 84 episódios.

Sheldon (Jim Parsons) e Leonard (John Galecki) em The Big Bang Theory (Reprodução)
Sheldon (Jim Parsons) e Leonard (John Galecki) em The Big Bang Theory (Reprodução)

The Big Bang Theory não é a sitcom mais cara de todos os tempos

Curiosamente, apesar dos números que impressionam, a série ainda perde para duas grandes superproduções.

publicidade

Em segundo lugar está o querido seriado Friends, que ainda segue sendo assistido por milhões de fãs ao redor do mundo.

A série pertence à emissora NBC, que investia pelo menos 12,5 milhões de dólares por episódio, sendo que boa parte desse valor também era para pagar o salário dos seus atores, que recebiam 1 milhão de dólares semanalmente.

Já em primeiro lugar ficou a série WandaVision, da Marvel, cuja única temporada custou 25 milhões de dólares por episódio para ser produzida.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›