Diretor de Superman clássico responde provocação de cineasta que detonou filmes de heróis

Bastidores de Superman (Divulgação)
Bastidores de Superman (Divulgação)

Richard Donner, o diretor do Superman de 1978, estrelado por Christopher Reeve, respondeu aos comentários de Martin Scorsese sobre filme de heróis.

A polêmica começou quando Scorsese estava promovendo O Irlândes no final de 2019.

Embora ele reconhecesse que filmes individuais das franquias da Marvel são bem feitos, apresentando atores que tentavam fazer um bom trabalho, ele os detonou, e comparou a parques temáticos e admitiu que não poderia investir neles.

Os comentários de Scorsese geraram grandes repercussão, e até respostas de grandes cineastas que ficaram contra os argumentos do diretor.

Falando com o The Telegraph (via Screen Rant), Donner rebateu sobre os comentários de Scorsese. O diretor foi breve e mostrou que entendia os argumentos gerais de ambos os lados.

Embora pudesse ver por que Scorsese e outros tendem a ignorar as histórias de super-heróis, o diretor também ofereceu uma defesa ao gênero. Donner disse:

O problema é que, muitas vezes, vemos em nosso setor que, quando as lentes técnicas se tornam prontamente disponíveis, são totalmente mal utilizadas. Mas, ao mesmo tempo, de vez em quando você realmente vê uma história maravilhosa com um desses filmes”.

Donner resume efetivamente os principais pontos de desacordo para qualquer pessoa que possa ter perdido o surto que ocorreu após os comentários iniciais de Scorsese.

Para quem concorda com Martin Scorsese, os filmes de super-heróis são projetos profundamente falhos que invariavelmente se transformam em uma sobrecarga de CGI (efeitos especiais) para o terceiro ato.

Fãs de Marvel e DC argumentaram com moderação que, embora essa crítica em particular certamente tivesse mérito, ela não refletia toda a experiência dos longas de super-herói.

Assim como Donner afirma corretamente, muitos filmes que se enquadram na categoria de adaptação de quadrinhos habilmente contam histórias emocionais e fornecem cenas memoráveis ​​que se conectam com os espectadores em um nível profundo.

Formado em Administração e Psicologia. Fez curso de desenho com especialização em cartoons. Adora videogames, animações, filmes e séries de super heróis e monstros. Atualmente dedica-se a redação do portal ePipoca.

Veja mais ›