Pokémon: Jessie e James, da Equipe Rocket, são maus de verdade?

Equipe Rocket em Pokémon: (Reprodução)
Equipe Rocket em Pokémon: (Reprodução)

Quem vê a Equipe Rocket em ação tentando roubar os Pokémons de Ash Ketchum nem imagina o quanto Jessie e James já sofreram no passado.

A mãe de Jessie, Miyamoto, simplesmente sumiu quando ela era criança, deixando-a abandonada em um lar adotivo pobre.

James, mesmo tendo nascido rico, sofria altas pressões para continuar o legado de sua família.

Por esses motivos, os dois acabaram se juntando à Equipe Rocket numa tentativa de provar suas próprias capacidades, sempre buscando a aprovação do líder Giovanni.

Além disso, eles possuem um forte senso de lealdade tanto à Equipe quanto um ao outro e ao seu Pokémon falante de estimação, o Meowth. Na verdade, o gatinho tagarela parece ser bem mais inteligente e cruel que os dois humanos juntos.

Mas… na falta de familiares e de suporte, eles acabaram se identificando como família um do outro e mesmo quando tiveram todas as oportunidades de deixar as maldades da Equipe Rocket para trás, eles recusaram as chances e continuaram trabalhando juntos para não se perderem um do outro.

Por conta disso, nos perguntamos: eles são realmente maus?

Bom… a verdade é que, mesmo se envolvendo em situação que variam de levemente irritantes a completamente perturbadoras enquanto roubam Pokémon e criam problemas, a duplinha também aparece fazendo coisas boas.

Um exemplo é no episódio 39 de Pokémon XY, quando Ash e seus amigos estão participando de um acampamento de verão e a equipe Rocket aparece servindo como cozinheiros.

Mesmo com a intenção de capturar Pokémons raros para provar para si mesmos e ao chefe Giovanni como eles são bons, eles não tentam emboscar Ash e deixa o público na dúvida sobre sua maldade.

Na verdade, o que aparenta é que os sofrimentos que eles passaram quando eram crianças os transformaram em adultos complicados e suas lutas demonstram esse sentimento doloroso do que acontece quando as crianças experimentam traumas profundos e rejeição.

É por isso que o público acaba se simpatizando com os dois, já que é perceptível que nenhum deles tinha a real intenção de ferir os outros ou de serem maus.

Um Psicólogo que estuda Medicina, ensina inglês, toca piano, ama escrever e tem um gato. =P


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›