Kevin Feige explica por que WandaVision não é um filme

Kevin Feige, chefão da Marvel Studios recentemente fez algumas declarações a respeito de WandaVision se tornar um filme.

A primeira série da Marvel Studios, de acordo o produtor se encaixaria somente em um formato de televisão/ streaming.

Quando o então CEO da Disney, Bob Iger, perguntou para Feige em 2018 sobre a evolução e expansão do universo cinematográfico da Marvel no Disney+, na época o próximo serviço de streaming da empresa, surgiu como uma oferta para renovar a franquia como nunca antes.

Pegando o bonde de Vingadores: Ultimato e a conclusão da Saga do Infinito, que começou a partir de Homem de Ferro (2008), Feige passou a desenvolver os primeiros projetos para televisão do estúdio que se conectariam diretamente aos filmes da Marvel.

A viagem inaugural da Marvel para a TV seria WandaVision, combinando décadas de sitcoms clássicos, desvendaria os mistérios envolvendo Wanda Maximoff (Elizabeth Olsen) e teria de alguma forma ressuscitado Visão (Paul Bettany).

Feige disse em entrevista à Variety:

Wanda e Visão são grandes personagens dos quadrinhos que nós apenas vimos superficialmente nos filmes, interpretados por atores que são tão espetaculares, e nem mostramos tudo o que eles poderiam fazer”, começou.

“Interpretar esses personagens foi o principal motivo para querer fazer WandaVision (…) A forma como o fizemos é, em grande parte, porque eu passei uma quantidade excessiva de tempo quando criança assistindo TV e diversas repetições de muitos seriados.

Feige acredita que um filme só não seria suficiente para explicar, e mostrar a fundo esses personagens que são tão ricos nos quadrinhos, e deixaram tanto a desejar nos filmes dos Vingadores.

“E quando Nick at Nite apareceu, eu tinha idade suficiente para lembrar que era uma coisa nova e única… Eu assisti muito disso e realmente me tornei psicologicamente apegado a muitos desses personagens de TV”.

O amor de Feige por certo gênero iria inspirar e influenciar o Universo Marvel por 23 filmes, mas o estúdio ainda não tinha encontrado uma forma de juntar sua paixão por sitcoms clássicos como The Dick Van Dyke Show e A Feiticeira. E então apareceu o Disney+ que aparentemente solucionou este problema.

Sou uma mulher que sempre sonhou em viver de escrever. Amo tudo sobre cultura pop, cinema e TV…. Ah cerveja e gatos!


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›