Jared Leto coloca a culpa em Brad Pitt por seu visual em Clube da Luta

publicidade
Brad Pitt em o Clube da Luta (Reprodução)

Clube da Luta, filme de David Fincher, ofereceu a Jared Leto um dos primeiros papéis importantes de sua carreira de ator. Este personagem ainda marcou um precedente na atuação de Leto, que o ator segue até os dias de hoje. Trata-se das mudanças em seu visual.

É comum os espectadores perceberem Jared Leto irreconhecível em seus personagens. Isso começou em Clube da Luta, quando o ator interpretou o personagem Angel Face.

publicidade

De acordo com Leto, inicialmente seu plano era ficar platinado e, então, clareou o cabelo e as sobrancelhas de branco. Mas Brad Pitt sugeriu algo como Billy Idol e pediu que o jovem ator ficasse mais loiro.

Quando iniciou as filmagens de Clube da Luta, Jared Leto, na época com 26 anos, ainda era mais conhecido por sua participação em My So-Called Life, da ABC, em que contracenava com Claire Danes.

Angel Face, personagem de Leto, foi um dos únicos a conseguir estar por mais tempo em cena entre o trio principal deste clássico, Brad Pitt, Edward Norton e Helena Bonham-Carter.

Leto comenta que adorou estar no set porque pôde assistir a atuação de Brad Pitt. De acordo com o ator, Pitt é incrivelmente solto, natural e sempre faz algo diferente em cada take, o que é muito interessante de se assistir.

publicidade

“Todos que estávamos dedicados ao filme sentíamos que estávamos nos metendo em problemas e fazendo algo potencialmente especial, mas em um lado obscuro do universo”.

O Clube da Luta não foi um sucesso de bilheteria na época do seu lançamento. O filme angariou apenas US$100 milhões nas bilheterias, com um investimento de US$63 milhões.

publicidade

No entanto, o longa começou a ganhar espaço na cultura popular e se tornou o primeiro clássico cult do século XXI. Foi um filme considerado subversivo e um dos mais polêmicos e comentados em 1999, o que pode ter colaborado para sua redescoberta.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›