James Cameron se revolta com fãs reclamões e dá dica: “vá fazer seu xixi”

Diretor de Avatar não está preocupado que o filme seja considerado longo.

publicidade

Em entrevista à Empire, o diretor James Cameron, de Avatar: O Caminho da Água criticou pessoas que falam mal de filmes de longa duração e ainda aproveitou o momento para dar uma dica ao público que pretende ir ao cinema ver o filme: vá ao banheiro.

O diretor afirmou que não há nenhum problema em se levantar durante a sessão para fazer xixi desde que os fãs não sejam reclamões e não fiquem se queixando depois do tempo de duração do filme.

publicidade

“Aqui está o grande paradigma social que precisa mudar: está tudo bem com se levantar e ir fazer seu xixi.”, afirmou ele.

Kate Winslet como Ronal e Cliff Curtis como Tonowari em Avatar: O Caminho da Água (Reprodução Empire Magazine)

Cameron ainda criticou a ‘cultura das maratonas’ de séries, dando a entender que as pessoas que assistem a vários episódios seguidos, por horas a fio, mas criticam filmes longos,  são hipócritas.

“Eu não quero ver ninguém reclamando sobre a duração [do filme] quando se senta e maratona a TV por oito horas. Eu posso até escrever essa parte da crítica: ‘O Agoniantemente Longo Filme de Três Horas’.”, disse ele.

“Ah, dá um tempo p*rra. Eu vi meus filhos se sentarem e assistirem a cinco episódios de uma hora em sequência.”

publicidade
Neytiri (Zoë Saldaña) em Avatar (Reprodução)
Neytiri (Zoë Saldaña) em Avatar (Reprodução)

Nova criatura de Avatar – O Caminho da Água teve detalhes revelados recentemente

O produtor John Landau afirmou que o novo filme pretende explorar mais sobre a Costa de Pandora e mostrou novos animais marinhos que aparecerão no filme.

publicidade

Em entrevista concedida à Empire, ele deu mais detalhes sobre o tulkun e o skimwing, dois dos animais que ganharam destaque no trailer.

“A ideia era criar uma criatura que estava dentro da escala de Pandora. Um tulkun tem mais ou menos cem metros de comprimento. Eles são uma espécie senciente e tão inteligente na maneira deles assim como os Na’vi são. […] Um skimwing é como se fosse um peixe voador gigante que fica passeando na água, a cauda dele é como um propulsor. Os Metkayna [da tribo da água] e todos do povo dos recifes usam eles como montarias militares quando eles entram em combate. Eles andam até 100 quilômetros por hora por períodos infinitos de tempo.”, afirmou ele.

O Diretor prometeu que o filme terá “os melhores efeitos 3D que existem”

“Com o primeiro Avatar tentamos ir além dos limites das telonas com os filmes da franquia. Estamos forçando estes limites ainda mais longe dessa vez, com um 3D com um alto alcance dinâmico, com maior taxa de quadros, maior resolução e uma realidade muito mais grandiosa em nossos efeitos visuais.”

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›