Imortalidade de [spoiler] pode ter sido revelada em Ms. Marvel

Série está caminhando para seu desfecho no Disney+

publicidade

Ms. Marvel chegou ao quinto episódio no Disney+ e deu a entender que a heroína pode ser imortal.

Como já foi revelado desde o terceiro episódio, ela é descendente de um grupo chamado Clandestinos ou Djinn, que são seres da dimensão ‘Noor’ com habilidades sobre-humanas.

publicidade

Najma, líder do grupo, esclareceu que os poderes Noor de Kamala foram realmente desbloqueados por sua pulseira, o que deu a entender que a protagonista compartilha ainda mais conexões com o grupo que não foram reveladas até agora.

Ms. Marvel (Iman Vellani) e Adaga Vermelha (Aramis Knight) em Ms. Marvel (Reprodução / Disney+)
Ms. Marvel (Iman Vellani) e Adaga Vermelha (Aramis Knight) em Ms. Marvel (Reprodução / Disney+)

Já se sabe que os Clandestinos podem viver por um tempo maior que a vida média dos seres humanos comuns, e Kamala pode ter herdado a vida longa dos Djinn.

Também foi mostrado em outro momento que Kamala está viajando de volta no tempo para 1942, quando ela teve a oportunidade de testemunhar a experiência de sua bisavó.

publicidade

Com isso, ela viu que a aparência de Najma era a mesma dos dias atuais, o que demonstra a provável imortalidade dos Djinn. Já a invencibilidade é algo que não faz parte da composição do seu poder, uma vez que, no episódio cinco, houve três mortes de Djinn.

Bruno Carrelli (Matt Lintz) e Kamala Khan (Iman Vellani) em Ms. Marvel
Bruno Carrelli (Matt Lintz) e Kamala Khan (Iman Vellani) em Ms. Marvel (Divulgação/ Marvel Studios)

Atriz de Ms. Marvel rebate as críticas dos fãs na internet: “eu não me importo”

publicidade

Os fãs da série ainda continuam reclamando sobre as alterações feitas nos poderes da protagonista em relação aos quadrinhos, além de ainda criticarem os efeitos especiais da série.

Kamala Khan (Iman Vellani) em cena de Ms. Marvel (Divulgação/Marvel Studios)

Por isso, Iman Vellani falou tudo que pensa sobre o assunto.

publicidade

“Não estou nas redes sociais, mas ouço coisas que minha mãe me diz. É honestamente muito risível, e acho que a mudança é assustadora para muitas pessoas. E ter uma série que envolve uma garota de 16 anos que é paquistanesa, muçulmana e super-heroína… é assustador para muitas pessoas”, disse ela, em entrevista à NME.

“Acho que a série está sendo responsável por tirar esse Band-Aid, e espero que as pessoas se apaixonem por Kamala. É uma série feita para fãs da Marvel. Queríamos que Ms. Marvel fosse uma carta de amor para os fãs dos quadrinhos. Então, realmente não me importo com isso [críticas]”, finalizou ela. 

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›