Homem-Aranha completa 60 anos e a Marvel comemora com mais produtos licenciados

Marvel planeja ação para dar incentivos e impulsionar a venda de produtos relacionados ao personagem.

publicidade

O ano de 2022 é muito especial para os criadores e fãs do Homem-Aranha, já que o Cabeça de Teia comemora 60 anos de existência.

Como a Marvel não queria deixar a data passar em branco, ela decidiu lançar uma campanha mundial chamada Beyond Amazing, completamente focada no personagem.

publicidade

A ideia é elevar a marca e as vendas de produtos relacionados ao Homem-Aranha, como quadrinhos, jogos, filmes e também séries animadas.

Assim, até o mês de dezembro, a Marvel pretende fazer vários lançamentos com capas especiais para quadrinhos, incluindo o jogo Marvel’s Spider-Man: Miles Morales para computadores.

“Poucos personagens tocaram a vida de tantos fãs ao redor do mundo com o Homem-Aranha nos últimos 60 anos. Estamos entusiasmados por colaborar com as melhores marcas da categoria em ofertas exclusivas do Homem-Aranha, que continuam a expandir a liderança da Marvel no estilo de vida das pessoas.”, afirmou Paul Gitter, vice-presidente sênior dos produtos Marvel.

Tom Holland como Peter Parker em Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa
Tom Holland como Peter Parker em Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa (Divulgação / Sony Pictures)

Até quando a Sony terá direito nos personagens do Aranhaverso? Advogado explica

publicidade

Paul Sark, que já trabalhou como advogado da Marvel, explicou ao site ComicBook.com que sim, todos os personagens que sejam criados dentro do universo do Homem-Aranha nos quadrinhos passarão a ser propriedade da Sony nos cinemas.

Ele explicou que a Sony sempre terá esse direito sobre a marca, inclusive com eventuais personagens novos que venham surgindo ao longo do tempo, mesmo que não tivessem sido criados ainda no momento do contrato.

publicidade

Assim, de acordo com o contrato que a Sony Pictures e a Marvel Comics assinaram, o estúdio tem o direito de explorar como quiser qualquer nova criação feita para as Histórias em Quadrinhos.

Tom Holland como Peter Parker em Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa
Tom Holland como Peter Parker em Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa (Divulgação / Sony Pictures)

“Eu acredito que o conceito é que o universo do Homem-Aranha é qualquer coisa que apareça na publicação dos quadrinhos. Assim, esses personagens se tornam propriedades dos filmes.”, disse ele.

“Então pense nisso como se houvesse uma vantagem em ter continuidade. Quadrinhos não são estáticos, certo? E é isso que os fãs adoram, certo? Que as coisas evoluam, as histórias evoluam. Então se você criar personagens novos e interessantes nos quadrinhos, a Sony, acredito, tem o direito de explorá-los em seus filmes se eles forem do universo do Homem-Aranha.”, afirmou.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›