Fusão com Discovery espanta e faz 3 executivos pedirem demissão da Warner

Depois do CEO, Jason Kilar, outros profissionais anunciaram sua saída esta semana

publicidade

A porta da rua é a serventia da Casa. Parece que os executivos da Warner Bros. levaram o ditado brasileiro a sério e estão pedindo demissão um a um devido à fusão com o grupo Discovery.

O primeiro deles foi o CEO Jason Kilar, que anunciou sua partida assim que a fusão foi anunciada para o público. Nesta quinta-feira (12), surgiu o anúncio de que  Tom Ascheim, Johanna Fuentes e Brett Weitz também estão pulando fora.

publicidade
Jason Kilar (Reprodução)
Jason Kilar (Reprodução)

Tom Ascheim está deixando seu posto como presidente da Warner Bros. Global Kids, Young Adults and Classics do qual fazia parte há dois anos.

“Tive a sorte de ter dois anos incrivelmente emocionantes rejuvenescendo algumas das franquias e IP mais icônicos do mundo, e ajudando a criar uma visão global para crianças, jovens adultos e clássicos dentro da Warner Bros. Embora agora seja hora de seguir em frente, espero que a nova equipe de liderança da Warner Bros. Discovery continue a nutrir as gerações futuras de fãs e as equipes incríveis que estão tão comprometidas com essas marcas”, disse ele em comunicado.

Durante sua trajetória, Ascheim supervisionou os canais Cartoon Network, Adult Swim e Boomerang, os estúdios do Cartoon Network e Warner Bros. animation em Los Angeles, e tinha responsabilidade global pelo canal Turner Classic Movies.

publicidade

Ele também trabalhou em projetos animados da DC, personagens Hanna-Barbera, Rick and MortyTom and JerryScooby-Doo, e os projetos mundiais de Harry Potter/Wizarding planejados para a HBO Max.

Tom Ascheim
Tom Ascheim (Divulgação/ Adult Swin)
publicidade

Johanna Fuentes deixa livre o cargo de chefe de comunicação global da WarnerMedia Studios and Networks Group e também fazia parte do grupo há dois anos.

Já Weitz era gerente geral da TBS, TNT e truTV, e ficou dentro da Warner por mais de 10 anos. Assim que a Discovery entrou no jogo cortou toda a programação roteirizada da TBS e TNT, o que pode ter sido decisivo. O executivo enviou o seguinte comunicado à imprensa, reportado pelo site Deadline.

“Esses últimos 14 anos foram os mais gratificantes da minha carreira. Tive a grande sorte de criar e lançar o entretenimento favorito dos fãs ganhadores do Emmy, para fazer parte de iniciativas poderosas de mudança de vida e, o mais importante, ter tido o privilégio de liderar a equipe mais talentosa, dedicada, altruísta e inovadora dos TNets. Fizemos enormes lucros para os acionistas e conteúdo brilhante para os fãs, enquanto nos divertimos mais e somos melhores parceiros com talento do que qualquer equipe da que já fiz parte. Eu vou com certeza continuar a torcer por todos vocês”.

publicidade

Ainda não se sabe como a fusão entre as duas empresas vai impactar os consumidores brasileiros.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›