Estrelas comentam reviravolta em Boo, Bitch: Era para ser confuso

Elas também contaram quando ficaram sabendo da surpreendente mudança

publicidade

A mais nova série original da Netflix, Boo, Birch, foi anunciada com um enredo bastante claro, a adolescente Erica morre e segue seu dia-a-dia como uma fantasma, enquanto não resolve uma questão para ascender, mas a história sofre uma grande reviravolta que foi comentada pelas protagonistas.

SPOILERS DE BOO,BITCH A PARTIR DAQUI

Lana Condor e Zoe Colletti conversaram recentemente com o site americano Collider, e relembraram como ficaram sabendo que, na realidade, quem morreu no acidente bizarro com um alce foi Gia e não Erica.

“Só descobri quando os escritores terminaram. Eu disse: ‘Aqui está o piloto, faça o que tem que fazer.’ E então, eu descobri uma vez que eu tenho todos os scripts”, contou Condor, que também foi produtora executiva do programa.

publicidade
Lana Condor e Zoe Colletti em cena de Boo Bitch (Reprodução/Netflix)

Já Colletti ficou sabendo antes, pois as criadoras da série Lauren Iungerich e Erin Ehrlich acharam que era uma informação importante para ela saber antes de fazer seu teste para o papel de Gia.

“Tantas cenas são diferentes, quando estou fazendo que sei que sou eu que estou morta. Felizmente para mim, porque isso impactou meu processo de audição e como eu interpretaria o personagem, antes de entrar na minha última chamada com a Netflix, (produtores executivos) Lauren e Erin entraram em uma chamada comigo para me contar todas essas coisas”.

“Eu pude entrar na minha audição final, tendo um pouco mais de história e compreensão de como tocar as cenas, através da lente correta do que realmente acontece no programa, o que foi muito útil para mim. Acho que isso afeta muito a personagem da Gia, com a forma como ela fala com Erika”, ela contou.

Zoe Colletti e Lana Condor em cena de Boo Bitch (Reprodução/Netflix)
publicidade

Indagadas sobre o que elas acharam da reviravolta, pelo entrevistador que se disse confuso, Colletti ressaltou que achou perfeita e que era para causar confusão mesmo.

“É tão bom que você estava confuso porque esse é o objetivo final. Eu adoro. Eu acho que é incrível. Não é apenas louco e confuso para as pessoas assistindo, mas também acho que adiciona um aspecto super emocional a ele (o programa)”, ela explicou.

publicidade

A atriz destacou como sua personagem, mesmo passando pelo momento difícil de sua morte repentina, ainda se preocupa com a melhor amiga.

“Erika passa por alguns momentos difíceis, com certeza, e a parte realmente triste e emocional sobre isso é o fato de que, mesmo que Gia seja a única que está morta, ela ainda está colocando todos os seus últimos esforços para garantir que ela (Erika) possa ter uma boa vida, e sobreviver e prosperar por conta própria”, ela salientou.

“E ela está fazendo isso sozinha, o que é realmente de partir o coração”, acrescentou Condor.

“Ela não tem os pais por perto. Tudo isso aumenta o aspecto realmente emocional para o programa, para equilibrar os momentos super engraçados”, Colletti concluiu.

Boo, Bitch está disponível na Netflix.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›