Cavaleiro da Lua imita WandaVision na reta final

Ambos episódios exploraram aspectos profundos da psique dos protagonistas

publicidade

O episódio 5 de Cavaleiro da Lua, intitulado Asylum, utilizou uma mesma estratégia já vista em WandaVision para impactar o público.

Na cena, os personagens Marc Spector e Steven Grant, que compartilham o mesmo corpo, estão indo para a vida após a morte, guiados pela deusa Tawaret.

publicidade

Para conseguirem entrar lá, entretanto, seus corações precisam estar em equilíbrio e, para isso, eles são levados a viajar pelas memórias traumáticas de Marc, assistindo cada momento se desenrolar até que eles entendam como os dois passaram a coexistir em um único corpo.

A morte do irmão de Marc, o abuso nas mãos de sua mãe e a experiência de quase morte de Marc no Egito são revividos, formando uma compreensão do início do Transtorno Dissociativo de Identidade de Marc e como as vidas de Marc e Steven estão interligadas.

Wanda (Elizabeth Olsen) em Agatha (Kathryn Hahn) em WandaVision (Reprodução / Disney+)
Wanda (Elizabeth Olsen) e Agatha (Kathryn Hahn) em WandaVision (Reprodução / Disney+)

Essa mesma estratégia, entretanto, foi usada no episódio 8 de WandaVision, intitulado Previously On, quando Wanda também é levada em uma jornada por suas memórias na cena com Agatha Harkness, para que ela pudesse entender como seus poderes se manifestaram.

publicidade

Wanda é forçada a reviver o bombardeio que matou seus pais, os experimentos realizados pelos cientistas da Hidra sobre ela e sua dor pela perda seu irmão e seu grande amor, Visão.

Oscar Isaac em Cavaleiro da Lua (Reprodução / Disney+)
Oscar Isaac em Cavaleiro da Lua (Reprodução / Disney+)
publicidade

Assim, explorando a vulnerabilidade de seus protagonistas, os dois episódios acabaram entregando um nível de carga emocional exclusiva, ou seja, não vista nas demais séries da Marvel até o momento.

No caso de Wanda, mesmo em todos os filmes que ela apareceu, nunca havia sido concedido a ela um espaço para explorar esses sentimentos.

Marc e Steven, por sua vez, também estão em constante estado de luta desde o primeiro episódio de Cavaleiro da Lua, seja entre eles mesmo ou contra Arthur Harrow, além de lutarem contra a manipulação de Khonshu.

publicidade

Dessa forma, Asylum e Previously On proporcionam um momento para os personagens confrontarem suas respectivas motivações e histórias, tornando-os memoráveis por estarem posicionados justamente antes do clímax da trama, o que leva o público a fazer um balanço de quem são esses personagens e o que eles representam em todo o MCU.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›