Diretor de Jurassic World: Domínio explica ausência de dinossauros híbridos

Diferente dos dois primeiros filmes este focará apenas em espécies que realmente existiram

publicidade

Quando a nova trilogia Jurassic World foi iniciada, os novos filmes trouxeram um diferencial: dinossauros híbridos. Jurassic World: Domínio, no entanto, não contará com híbridos, e seu diretor explicou porque.

Quem viu os dois primeiros filmes: Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros e Jurassic World: Reino Ameaçado deve se recordar que os problemas começaram quando os cientista resolveram brincar com a genética e criar as super raças Indominus Rex e Indomus-velociraptor.

O terceiro longa mudará um pouco seu foco central, excluindo os dinossauros híbridos e focando nas espécies que realmente existiram, que após os acontecimentos de Reino Ameaçado se espalharam pelo mundo todo.

Retornando à franquia, após ter sido substituído por Juan Antonio Bayona no segundo filme, Colin Trevorrow explicou sua decisão de deixar os dinossauros híbridos de fora desta sequência, durante uma recente entrevista para a Revista SFX.

publicidade

“A ideia de híbridos tinha narrativamente executado seu curso após o segundo filme. Não se encaixava na realidade do ambiente em que jogamos nossos personagens”, ele esclareceu.

Indominus Rex em cena de Jurassic World O Mundo dos Dinossauros (Reprodução/Youtube)

Ele prosseguiu revelando que foi uma decisão tomada após uma conversa e consenso da equipe criativa, que decidiu que o foco seria voltado para algo mais histórico, onde os híbridos não se encaixam.

“É tão dedicado à ciência real que sua prioridade número um seria fazer os dinossauros paleontológicos o mais corretos possível. Eles não considerariam fazer híbridos lá. Eles olhariam para baixo sobre ele”, ele afirmou.

publicidade

O diretor ainda destacou que excluir os híbridos da equação também é benéfico para os personagens, facilitando suas vidas neste novo e complexo contexto em que eles acabaram se metendo.

“Eu realmente gosto de ser capaz de dar aos personagens nos filmes diferentes perspectivas e pontos de vista sobre dinossauros e como eles devem ser tratados nesta nova realidade”, ele complementou.

publicidade

Ele finalizou o assunto apontando que até mesmo o elenco achou que seria melhor não criar nenhuma espécie nova desta vez e focar no que a ciência apresenta como as que existiram milhões de anos atrás.

“Os que estão neste filme, os mocinhos e os bandidos, uma coisa que eles concordam é que os dinossauros são reais, e eles deviam ser recriados o mais precisamente possível”, ela contou.

Jurassic World: Domínio chega aos cinemas em 10 de junho.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›