Cortes nas cenas de Thor: Amor e Trovão foi culpa da Marvel

Taika Waititi precisou ceder às exigências do estúdio em relação ao tempo de duração do filme.

publicidade

A jornalista Joanna Robinson, do site The Ringer.com afirmou que a Marvel Studios foi muito mais dura com Taika Waititi no quarto filme do Thor e exigiu que o filme não passasse de duas horas.

Por causa disso, o diretor foi obrigado a cortar várias cenas gravadas e fazer alterações, a fim de se adequar às exigências do estúdio.

publicidade
Jane Foster (Natalie Portman) e Thor (Chris Hemsworth) em Thor: Amor e Trovão (Reprodução / Marvel)
Jane Foster (Natalie Portman) e Thor (Chris Hemsworth) em Thor: Amor e Trovão (Reprodução / Marvel)

De acordo com a informações, a versão original do filme teria participações de Jeff Goldblum (Thor: Ragnarok), Peter Dinklage (Vingadores: Guerra Infinita) e Lena Headey (Game of Thrones).

Além disso, o vilão Gorr teria muito mais tempo para desenvolver sua missão como assassino de deuses.

“O cheque em branco para Taika (Waititi) nesse filme absolutamente não aconteceu. Ele teve mais margem de manobra em comparação a ‎‎Ragnarok‎‎, mas havia um mandato para fazê-lo em menos de duas horas. Eles cortaram uma tonelada de coisas da versão final.”

publicidade

“Taika disse recentemente que não gosta de versões de diretor, mas sabemos que Jeff Goldblum, Peter Dinklage, e Lena Headey deveriam aparecer, e Gorr definitivamente mataria vários outros personagens.‎”, explicou ela.

Natalie Portman como Jane Foster em Thor: Amor e Trovão (Reprodução / Marvel)
Natalie Portman como Jane Foster em Thor: Amor e Trovão (Reprodução / Marvel)
publicidade

O filme alcançou as expectativas do estúdio ao arrecadar 302 milhões de dólares em sua abertura mundial.

Com orçamento estimado em  250 milhões de dólares, o desempenho foi positivo, mas resta saber como serão as coisas de agora em diante.

Várias cenas dos Guardiões da Galáxia foram cortadas de Thor: Amor e Trovão

O diretor explicou que o objetivo era destacar a história de Jane Foster e não queria contar uma história na qual a heroína principal precisasse de um reforço para ajudá-la.

publicidade

“O plano sempre foi tê-los no começo e depois seguir em frente. Porque eles têm seu próprio filme. Porém, houve uma conversa sobre eles voltarem no final.”, explicou o diretor.

“O problema é que isso acontece em todos os filmes. Já chega. Já chega da cavalaria chegando no final. Então nós arquivamos essa ideia. Nós só queríamos que Jane se destacasse no final.”, ponderou ele.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›