Cantor pede ajuda a Johnny Depp depois de ser acusado de agressão: “tenho uma Amber 2.0”

Mensagens trocadas pelos artistas foram utilizadas como prova contra Depp, mas não tiveram resultado

publicidade

Recentemente, foram divulgados os prints de uma conversa entre o músico Marilyn Manson e o ator Johnny Depp.

Os dois falavam sobre seus respectivos relacionamentos, quando Manson revelou que sua atual esposa, a fotógrafa Lindsay Usich, também o acusou de agressão quando eles ainda eram namorados.

publicidade

A conversa aconteceu em 2016, quatro anos antes do casamento entre Manson e Usich acontecer. Na época, Depp e Heard já estavam em crise e haviam se separado.

No texto, Manson afirma ao amigo, Johnny Depp, que também tinha uma “Amber 2.0” e que ela também o havia acusado de agressão e posse de drogas em casa.

Marilyn Manson em clipe de This Is The New Shit (Reprodução)

Depp, então, respondeu:

publicidade

“Não aceite nenhuma dessas merdas, fique calmo e não dê nada do que ela pedir. Comportamentos sociopatas… Essa merda existe de verdade, meu irmão!! A c*zona da minha ex é um p***a de um exemplo vivo!!”, afirmou o ator de Piratas do Caribe.

Ele ainda continuou dizendo: “O que ela quer é FAZER VOCÊ GRITAR, SURTAR COMPLETAMENTE E ALIMENTAR O NARCISISMO DELA!!!”.

publicidade
Captura de Tela divulgada na Internet (Reprodução)

Por fim, Depp disse que estava lendo vários materiais sobre o assunto e afirmou que gostaria de ter se informado mais antes de tudo acontecer.

Em outra conversa entre os dois amigos, Manson se queixou novamente de Lindsay, dizendo que estava com medo de que a polícia fosse atrás dele:

publicidade

“Eu tenho um cenário sério envolvendo a política do tipo Amber na família da L. Estou tenso demais. Não sei se você já voltou, mas preciso de abrigo em algum lugar porque acho que a polícia possa vir atrás de mim.”

“A Lindsay deu uma de Amber e procurou a polícia. Ela segue fazendo a Amber e os policiais vão aparecer com um mandado”.

Marilyn Manson e Lindsay Usich (Reprodução / Instagram)
publicidade

Johhny Depp voltou a aconselhar o amigo e disse para ele manter a distância e ficar o mais longe possível de Lindsay.

O cantor disse ainda: “Isso doentio. Disse que bati nela. Deu o meu endereço para a polícia. E disse que tenho droga aqui. Estou pronto para dar o fora”.

De acordo com uma publicação do site Daily Mail, os prints dessa conversa foram utilizados pela equipe de Amber Heard na tentativa de gerar algum tipo de prova contra Johnny Depp durante o processo de difamação, mas acabou sendo rejeitado por carecer de valor para o processo.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›