Atriz provoca dinâmica problemática entre Monica Rambeau e Capitã Marvel

Monica Rambeau (Teyonah Parris) em WandaVision (Reprodução / Disney+)
Monica Rambeau (Teyonah Parris) em WandaVision (Reprodução / Disney+)

Monica Rambeau fez sua estreia na Marvel em Capitã Marvel através da jovem atriz Akira Akbar. Neste ano, Rambeau retornou através de Teyonah Parris em WandaVision.

Monica Rambeau voltará mais uma vez em Capitã Marvel 2, mas parece que a relação com Carol Danvers (Brie Larson) não será da melhores.

Quando Monica, a astrofísica Dra. Darcy Lewis (Kat Dennings) e o agente do FBI Jimmy Woo (Randall Park) discutem a “quantidade insana de poder” exercida por Wanda Maximoff (Elizabeth Olsen) em luto dentro da anomalia de Westview apelidada de “O Hexagono”, eles começam a falar sobre a batalha pelas Joias do Infinito em Vingadores: Ultimato.

No filme tanto Wanda quanto Carol chegaram muito perto de derrotar Thanos. Os três discutiram sobre quem era mais forte e vencido o Titã Louco. Mas Monica encerra conversa de forma fria quando a Capitã Marvel é citada e diz “não estamos falando sobre ela”.

O que quer que tenha acontecido entre Monica e Carol desde a última vez que se viram até os dias atuais, as respostas podem não vir até que a sequência de Capitã Marvel chegue aos cinemas em 2022.

Em uma entrevista para o ET Canada, Teyonah Parris disse:

“Bem, como você sabe, fui anunciada para entrar no elenco de Capitã Marvel 2 com a Capitã Marvel de Brie Larson e a personagem Kamala Khan. Eu acredito que vamos entrar mais nesse relacionamento, e o que está acontecendo com aquelas duas”.

Comentários anteriores

Teyonah Parris já havia sugerido em um entrevista para o TV Line, que Monica pode adotar o nome “Photon” em homenagem a sua mãe, mas o relacionamento aparentemente fraturado de Monica com Carol pode ser uma consequência não resolvida da morte de sua mãe.

“Não apenas [a mãe de Monica] morreu, mas Monica não estava lá para ajudar a transição de sua mãe. E essa é uma pílula muito difícil de engolir. A culpa, a vergonha e qualquer outra dor que ela possa estar tentando superar, enquanto retorna ao trabalho em um projeto que ela nem mesmo faz normalmente – há paralelos entre a dor de Monica e o trauma e a tragédia, assim como o que Wanda é experimentando. Monica se conecta com Wanda nesse nível”.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›