Ator não aceitou papel de Wolverine em X-Men e explicou motivo

Viggo Mortensen em cena de O Senhor dos Anéis (Foto: Reprodução)

Fica difícil imaginar outro ator além de Hugh Jackman interpretando Wolverine nos filmes dos X-Men. Porém durante a seleção de elenco para o primeiro filme dos mutantes da Marvel, o diretor Bryan Singer e a 20th Century Fox se reuniram com Viggo Mortensen para negociarem o papel.

Nesse período, Mortensen ainda não tinha intepretado Aragorn na franquia de filmes O Senhor dos Anéis. Em recente entrevista, aos 62 anos, o astro explicou no podcast Happy Sad Confused o motivo pelo qual recusou o personagem.

“O que me incomodou na época foi o compromisso com filmes infinitos vivendo o mesmo personagem repetidas vezes. Eu estava nervoso em relação a isso. E havia outras coisas, mesmo eles esclarecendo a maior parte delas.”
Mortensen revelou que levou o filho, Henry, à reunião com o cineasta Singer, pois ele era fã de história em quadrinhos, principalmente dos mutantes da Marvel. Na época, o jovem também não gostou do que foi apresentado ao pai:
“Levei o Henry à reunião como meu amuleto da sorte e como um guia. Eu deixei ele ler o roteiro e ele disse ‘isso está errado, não é assim que acontece, é assim que deveria ser…’ De repente o diretor só falava com ele e estava se dobrando para explicar pro Henry por que tomou aquelas liberdades criativas. Nós saímos de lá e o Henry me perguntou se eles mudariam alguma coisa por causa dele e eu disse que achava que não. De qualquer forma, eu não quis fazer porque não tinha certeza se queria ficar fazendo isso por vários anos. Porém, uns dois anos depois eu estava fazendo três Senhor dos Anéis”.
Hugh Jackman e Viggo Mortensen (Foto: Divulgação)
Após Mortensen recusar o papel, o ator Dougray Scott fechou contrato para viver Wolverine. No entanto, o ator teve uma lesão durante as filmagens de Missão: Impossível 2 (2000) e o mutante acabou caindo nas mãos de Jackman.

Com orçamento de US$ 75 milhões, o primeiro longa dos X-Men (2000) arrecadou US$ 296 milhões nas bilheterias mundiais. Na época, foi uma marca incrível para filmes de super-heróis. De lá pra cá, a franquia ganhou mais onze filmes.

Formado em Criação e Produção Audiovisual. Frequentador assíduo das salas de cinemas e também colecionador há anos de filmes em DVD e Bluray. Atuou como produtor e editor do SBT e na redação de blogs e sites em geral. Atualmente, trabalha como redator do E-Pipoca.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›