WarnerMedia emite declaração sobre as alegações de Ray Fisher

Warner Bros. Logo
Warner Bros. Logo

A WarnerMedia forneceu uma atualização sobre a investigação de Ray Fisher sobre diversos problema ocorridos no set durante as gravações de Liga da Justiça.

Alguns novos detalhes surgiram quando um ex-juiz federal foi trazido para coordenar a coisa toda junto com um escritório de advocacia externo.

O jornalista Umberto Gonzalez recebeu a declaração e a publicou no Twitter.

Tem havido muitas idas e vindas entre o ator e a empresa para lidar com a investigação. Fisher tem sido muito inflexível nos últimos dias já que Walter Hamada é parte do problema com a investigação.

No entanto, a empresa diz que nada disso ocorreu. Junto com a bomba, o site The Wrap relatou que o Cyborg havia sido eliminado do filme do Flash e isso gerou outra rodada de diálogo entre os dois lados.

A investigação da Liga da Justiça continua a ser debatida acaloradamente nos círculos de fãs, mas ainda não está claro como Fisher responderá a essas novas alegações.

O comunicado da Warner Media diz:

“A investigação foi conduzida por uma firma de advocacia externa e liderada por um ex-juiz federal. Mais de 80 pessoas foram entrevistadas”.

“Temos total confiança em sua eficácia e integridade, e medidas corretivas foram tomadas. A investigação foi concluída e é hora de seguir em frente”.

Declarações de Fisher

Quando o artigo do The Wrap apareceu, o ator do Cyborg disse no Twitter:

“Eu não renunciei publicamente a nada. Se wbpictures tomou a decisão de me remover do Flash, ao invés de abordar, de alguma forma, Walter Hamada adulterando a investigação de JL – isso é culpa deles. A ideia de remover o papel, em vez de reformulá-lo, está sendo usada apenas para tentar evitar reações públicas”.

“A equipe de relações públicas wbpictures tem lutado para recuperar o controle da narrativa desde que não conseguiram enterrar a mim e à investigação de JL com o hit de 4 de setembro – que, sem surpresa, foi escrito pelo mesmo repórter”.

Fisher ainda relatou que Geoff Johns está deixando a WarnerMedia assim como Joss Whedon fez, mas até o momento nada foi comprovado.

O ator ainda alegou que continuará trabalhando com sua equipe para que tudo seja resolvido, inclusive sobre ele não participar do filme do Flash, e com isso, evitar que casos parecidos aconteçam novamente na WarnerMedia.

Formado em administração e psicologia. Fez curso de desenho com especialização em cartoons. Adora videogame, animações e filmes e séries de super heróis e monstros.

Formado em administração e psicologia. Fez curso de desenho com especialização em cartoons. Adora videogame, animações e filmes e séries de super heróis e monstros.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›