Vera Farmiga vai estrelar e produzir novo filme de terror; conheça a história

Vera Farmiga em Invocação do Mal
Vera Farmiga em Invocação do Mal (Reprodução)

Conhecida por ter estrelado a franquia Invocação do Mal, e a série Bates Motel, Vera Farmiga tem um novo trabalho pela frente.

Ela estrelará e produzirá Bad Bloom, um filme que também marcará a estreia de Bryce McGuire em um longa-metragem. Ele é conhecido por comandar curtas.

A história de Bad Bloom não vai fugir ao que Vera sabe fazer de melhor: suspense e terror. O conto de fadas ‘do mal’ retratará uma família que vive isolada em uma ilha remota para manter uma criatura desconhecida à distância.

Sua realidade bem guardada começa a se desfazer quando uma das crianças descobre que o monstro que temiam não é exatamente o monstro que imaginaram.

Bad Bloom deve iniciar a produção no segundo semestre de 2021. Farmiga recebeu uma indicação ao Oscar por Amor Sem Escalas, de 2009. Ela também aparecerá no thriller de mistério do diretor Ant Timpson, The Salamander Lives Twice.

McGuire trabalhou pela primeira vez com Farmiga enquanto desenvolvia a série de comédia surrealista Tabloid Dreams para Bron Studios.

Assombrada por espíritos

Taissa e Vera Farmiga
Taissa e Vera Farmiga (Divulgação)

Uma história curiosa sobre a atriz é que ela afirma que foi realmente assombrada por uma criatura enquanto filmava Invocação do Mal.

Ela disse que abriu seu notebook pela manhã numa das locações, e se deparou com marcas de garras na tela do aparelho.

Para completar, ela afirma que as mesmas marcas passaram a aparecer na coxa dela. E ela disse que registrou tudo em um vídeo em seu celular, que ela prefere não divulgar.

Irmã também passou por coisa pavorosa

Curiosamente, ela não foi a única a passar por esse tipo de situação, já que sua irmã, a também atriz Taissa Farmiga viveu algo parecido em 2013. Ela, que protagonizou o filme A Freira, estava em Nova Orleans filmando American Horror Story: Coven. Segundo lendas americanas o local é conhecido por ter uma energia carrega e alta concentração de espíritos.

“Eu estava morando em um antigo depósito que foi transformado em loft. E durante a maquiagem, conversando com Emma Roberts, ela perguntou se eu estava com medo. Eu respondi que não entendi o que ela queria dizer com isso, porque eu sabia as minhas falas. Mas ela lembrou que iríamos recitar em latim. Então, foi ela quem me abriu para isso. Eu a culpo”, começou a atriz.

“Ela me contou que existe uma hora da bruxa, às 3h, e eu fiquei muito ansiosa para conseguir ir dormir antes dessa hora. Quando eu estava perto de conseguir dormir, eu me vi totalmente desperta. Meus olhos não estavam abertos, mas eu me senti acordada e ouvi passos. Pensei: ‘Isso é bobagem’. Eu estava dormindo do lado esquerdo da cama. De repente, eu senti alguém puxar o meu cobertor. Não consegui mais dormir pelo resto da noite. Estava bem escuro, não sei direito, mas eu senti que alguém puxou o meu cobertor. Na noite seguinte, dormi no andar de baixo da casa”.

Comunicólogo balzaquiano, paulistano, e com experiência vasta nesse mundo virtual. Adorador de séries, filmes, quadrinhos, e tudo o que envolve a cultura pop.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›