Tyrese Gibson explica como Paul Walker ajudou ele a voltar para Velozes e Furiosos

publicidade

Após o lançamento de Velozes e Furiosos 5: Operação Rio, é impossível pensar na franquia sem a presença de Tyrese Gibson. Porém, houve um momento na história de Velozes e Furiosos, incluindo Desafio em Tóquio, onde parece ser o fim da linha para o ator.

Agora Tyrese Gibson veio a público explicar como Paul Walker o ajudou a trazê-lo de volta:

publicidade

“Paul sabia que havia um pequeno obstáculo que tínhamos que superar para que todos nós nos uníssemos em Operação Rio. Quer dizer, fico emocionado quando penso sobre esse cara; por quase três filmes, ele continuou implorando, implorando e tentando falar com o estúdio, os diretores e Vin, ‘Ei, temos que trazer Tyrese de volta’”, afirmou Gibson em entrevista ao podcast EW’s Binge.

O ator seguiu explicando que após a insistência de Walker, ele finalmente conseguiu voltar à franquia em Operação Rio. Mas segundo Gibson alcançar isto não foi fácil.

“Acho que houve algum tipo de tensão falada, mas não falada, em Roman Pearce e em torno dela, e onde eu me encaixo? E eu acho que depois de sair com um Vin algumas vezes antes de fazermos Operação Rio, ele percebeu rapidamente que eu sou mais um trunfo e há muito mais vantagens no que estou trazendo para a franquia, mesmo remotamente sendo considerado competição ou qualquer coisa com que alguém deva se preocupar.”

No momento em que Tyrese saiu da franquia, os filmes estavam passando por um período de reestruturação. O que faz sentido em pensar um motivo para o qual ele seria excluído dos filmes.

publicidade
Dwayne Johnson e Tyrese Gibson (Divulgação)

Outro motivo notável que deve ter ajudado o afastamento de Gibson é a informação pública sobre ele não ter se dado bem com o Dwayne Johnson. Posteriormente Vin Diesel teria revelado que não achava Johnson justo com a  família Velozes e Furiosos ao fazer um projeto paralelo sem a maioria do elenco.

publicidade

O que também deve ter contribuído para seu retorno é como o ator trabalha duro na composição de Roman, seu personagem na franquia. Ele não é apenas mais uma cópia de Vin Diesel, ou outros grandes nomes de Velozes e Furiosos, mas trouxe para os filmes seus traços únicos.

Este assunto também foi mencionado por Gibson na sua entrevista para o podcast:

“Se Vin fizer isso de novo, se você se tornar uma cópia cuspida de Vin, então Vin vai ficar tipo, ‘Bem, por que eu iria querer fazer um filme com um cara que basicamente veio falando com esta voz grave e todas as coisas que meio que representam o projeto de Diesel? ‘”

publicidade

 

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›