Tom Cruise conquista maior bilheteria da carreira com Top Gun: Maverick e tem lucro incrível

Para se certificar de não sair no prejuízo, astro fez acordo envolvendo muito dinheiro

publicidade

Quem poderia imaginar que uma sequência tão tardia de Top Gun – Ases Indomáveis, clássico consagrado dos dramas românticos, poderia superar o faturamento e até mesmo o público do filme original?

É claro: não se trata de soterrar a beleza e a essência tão nostálgicos e deliciosos de assistir o bom e velho Top Gun de 1986, que até hoje mantém a faixa Take My Breath Away, do grupo Berlin, indissociável das suas melhores cenas.

publicidade

Há quem pense que nem valeria a pena investir em um ingresso pra conferir o novo trabalho de Tom Cruise como Maverick, mas os resultados da bilheteria impressionam: ainda em meio ao vai e vem de uma insistente pandemia, Top Gun: Maverick alcançou o que pode ser considerada a calçada da fama do cinema internacional: ultrapassou a marca de 1.1 bilhão de dólares no mercado Cinematográfico mundial.

Tom Cruise como Maverick em Top Gun Maverick
Tom Cruise como Maverick em Top Gun Maverick (Divulgação/ Paramount Pictures)

Nos dias de hoje, em que as produções da Marvel Studios realizam esse feito com muitos de seus títulos, continua sendo ainda mais difícil para os antigos gêneros de cinema cativarem um público tão numeroso.

E as surpresas não param por aí! Diante desse sucesso todo, Maverick também se consagrou como o filme de maior bilheteria estrelado por Tom Cruise, que já esteve em sucessos estrondosos, como a franquia Missão: Impossível e Oblivion.

publicidade
Tom Cruise em Top Gun: Maverick (Reprodução)
Tom Cruise em Top Gun: Maverick (Reprodução)

Maior lucro da carreira

Mas a história fica cada vez melhor! Cruise não aprovava o projeto de uma sequência para o filme de 1986 e só aceitou participar perante um salário de 12,5 milhões de dólares, 10% da bilheteria e com acréscimos graduais de acordo com recordes quebrados.

publicidade

Se ele não imaginava que a produção teria um acolhimento tão espantoso, pelo menos garantiu que não sairia no prejuízo, e pra sua própria surpresa acabou saindo com o maior lucro da carreira e entrou para hall dos seletos artistas a estrearem um filme com faturamento tão expressivo.

Até hoje, a líder desse pódio é Zoë Saldaña, que esteve em três produções bilionárias: Avatar (2009), Vingadores: Guerra Infinita (2018) e Vingadores Ultimato (2019).

Zoë Saldaña (Divulgação)
Zoë Saldaña (Divulgação)

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›