The Boys se inspirou em Trump para criar cena absurda de assassinato

Nas imagens, ultra-conservadores aplaudiram quando herói matou opositor político

publicidade

Eric Kripke, criador de The Boys assumiu que se inspirou em Donald Trump para criar uma cena que foi ao ar no último episódio da terceira temporada da série.

O momento aconteceu quando Capitão Pátria (Antony Starr) aparece com seu filho Ryan, diante de uma multidão de manifestantes ultra-conservadores, quando um homem que não fazia parte do grupo, o atinge com uma garrafa, e protesta contra tudo o que o super-herói representa.

publicidade

Capitão Pátria então mata o homem a sangue frio na frente do seu filho e de todas as pessoas presentes, e acaba sendo ovacionado por isso, numa clara ode à violência, pregada por alguns políticos, inclusive por Trump.

Donald Trump já chegou a dizer certa vez que ele poderia atirar em alguma pessoa até a morte no meio da Quinta Avenida (lugar famoso e movimentado de Nova Iorque), e mesmo assim não perder votos.

“Interessante isso sobre atirar em alguém na Quinta Avenida porque foi essa a inspiração para aquela cena”, disse o roteirista em entrevista ao site Deadline.

“Podemos levar Capitão Pátria ao ponto de literalmente matar alguém na 5ª Avenida e depois ser aplaudido por isso? É engraçado, não é? Na época que escrevemos, sentimos que era um pouco satírico, mas a verdade é que quanto mais horrível os se comportam, mais populares eles estão se tornando com suas bases de fãs”.

publicidade
Capitão Pátria (Antony Starr) em The Boys (Reprodução / Amazon)
Capitão Pátria (Antony Starr) em The Boys (Reprodução / Amazon)

O autor ainda citou outro político, Eric Greitens, ex-governador do Missouri, que aparecia armado em campanha política para o Congresso.

publicidade

“Ele dizia que caçaria pessoas e ofereceria aos seus seguidores uma licença para caçar pessoas. As coisas estão ficando cada vez mais assustadoras, e as pessoas parecem estar aplaudindo. Então, eu acho que esse é definitivamente o ponto que estamos fazendo [na série]”.

“Quando The Boys começou, o governo Trump ou quem quer que assustasse as pessoas, usava a ideia de que algo que vinha de fora, transformaria tudo. A grande teoria de substituição está acontecendo agora. Quero dizer, agora você tem que ter medo é do seu vizinho que pode te rasgar em pedaços, porque ele é apoiador de pedófilos de Hollywood por exemplo. Estamos em um nível quase medieval e assustador”, continuou Kripke que disse que a série deve correr por este caminho na próxima temporada.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›