Sandra Oh compara seus papéis em Red: Crescer é uma Fera e Umma

publicidade

Sandra Oh comparou seus papéis em Red: Crescer é uma Fera e Umma, apontando para como ambas exploraram relacionamentos complexos de mãe e filha na comunidade asiático-americana.

Em entrevista para o Los Angeles Times, Oh explicou que os dois filmes exploraram um vínculo de lealdade muito complicado que existe em muitas comunidades asiático-americanas.

publicidade

Na cultura asiático-americana, o respeito é altamente valorizado e as filhas muitas vezes lutam para agradar seus pais, mas também querem se libertar.

Em ambos os filmes, como mãe, Oh tenta colocar sua filha em segurança, seja em um templo ou em uma fazenda isolada. Enquanto ela parece arrogante, é realmente apenas seu desejo de proteger sua filha que promove suas ações. Em seu depoimento, Oh disse o seguinte:

“Há também um vínculo de lealdade muito complicado, especificamente asiático-americano – definitivamente em Umma, mas também em Red – que acho que muitos de nós entramos e temos que passar, se conseguimos ter bons relacionamentos com nossos pais. Há tanto amor lá e tanta expectativa. E é difícil para nós traduzirmos para outras pessoas que podem não crescer na mesma cultura como é difícil dizer ‘não’ ou decepcionar nossos pais. É nossa própria luta específica. Uma das imagens que eu mais amo que realmente me levou às lágrimas vendo Red foi quando Meilin como um panda estava tentando deixar o templo, e sua mãe, seu pai, sua avó e todas as suas tias estão tentando puxá-la de volta… É como quando todo mundo que você ama e que você sabe que te ama está tentando mantê-lo seguro, e você sabe de todas essas coisas, mas precisa se afastar. Você precisa seguir seu próprio panda. É muito claro que, digamos em Umma, Chris classicamente quer ir para a escola e precisa encontrar sua independência. E Amanda montou a maneira que eles vão viver juntos, o resto de suas vidas, em uma fazenda de abelhas! [Risos] É como se fosse divertido por um tempo, mas agora Chris precisa se separar”.

Sandra Oh como Amanda em Umma (Reprodução)
Sandra Oh como Amanda em Umma (Reprodução)
publicidade

Red: Crescer é uma Fera é uma história de amadurecimento que segue Meilin “Mei” Lee (Rosalie Chang), de 13 anos. Enquanto Mei está enfrentando todas as provações típicas de ter 13 anos, sua situação é um pouco mais complicada devido ao fato de que ela se transforma em um panda vermelho gigante toda vez que está nervosa ou estressada. Sua mãe, Ming Lee (Oh), quer que Mei mantenha seu panda escondido, enquanto Mei tenta abraçá-lo como parte de quem ela é.

Enquanto isso, Umma segue Amanda (Oh) e sua filha Chris (Fivel Stewart), cuja vida tranquila em uma fazenda isolada é interrompida quando elas são assombrados pelo fantasma da mãe distante de Amanda.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›