Homem-Aranha quase teve outro diretor

Sam Raimi revelou que tinham outros 18 profissionais querendo a vaga

publicidade

Sam Raimi revelou que ele não era nem de perto a primeira escolha da Sony Pictures para dirigir os filmes de Homem-Aranha (2002).

O cineasta dirigiu a trilogia do herói estrelada por Tobey Maguire, e segundo ele, havia uma lista enorme de outros possíveis diretores até chegar na vez dele.

publicidade

Em uma entrevista concedida para a revista Variety, Sam contou que seu empresário lhe disse que tinham outros 18 diretores na frente dele na fila das possibilidades do estúdio. Apesar disso, ele não desistiu e disse que ele também queria entrar na lista:

“Meu agente, o Josh Donen, me disse: ‘Eles querem ser honestos com você. Tem tipo uns 18 diretores que eles preferiam ter em vez de você em uma lista’. E eu respondi: ‘OK então, bem, diga a eles que eu sou o número 19’.”

No fim das contas, ele acabou ganhando a vaga e dirigindo os três filmes, que foram muito bem até o terceiro, que teve críticas mistas. Ele também tinha planos para um quarto longa, porém ele admitiu que acabou abortando a ideia porque  não achava que o roteiro estava no mesmo nível dos anteriores:

“Eu queria me despedir com chave de ouro, e não só fazer outro filme que funcionasse assim. Eu tinha um padrão bem alto na minha cabeça. E não acho que eu conseguiria um roteiro no nível que eu queria na hora de começar a gravar.”

Diretor explica porque fez refilmagens de Doutor Estranho

publicidade
Sam Raimi, diretor de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura
Sam Raimi, diretor de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura (Reprodução/ Twitter)

Sam retornou para o universo dos heróis da Marvel, com o novo filme Doutor Estranho no Multiverso da Loucura.

publicidade

O filme passou por diversas refilmagens recentemente, e o diretor explicou em entrevista para a Rolling Stone os motivos disso. Segundo ele, o público estava achando tudo muito difícil nas exibições de teste.

“Reconhecer quando algo está muito lento, e mesmo que seja um ritmo adequado, o público não precisa explicações demais. Eles podem descobrir determinadas coisas por conta própria. Mas também se trata de reconhecer o que ele realmente gosta e, às vezes, expandir as coisas às quais ele realmente está reagindo bem.”

Doutor Estranho no Multiverso da Loucura estreia no dia 5 de maio nos cinemas.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›