Rachel Zegler, de Amor, Sublime Amor faz desabafo ao ser questionada sobre agressão sexual de colega

publicidade

Rachel Zegler se abriu em uma entrevista para a revista Elle sobre como foi sua turnê de imprensa do filme Amor, Sublime Amor, em que foi constantemente questionada sobre a suposta agressão sexual de Ansel Elgort.

Em junho de 2020, Elgort foi acusado de agredir sexualmente uma jovem de 17 anos. Na época, o ator alegou que “nunca agrediria ninguém” e que teve um “breve, legal e totalmente consensual relacionamento” com a acusadora.

publicidade

De acordo com a Variety, a entrevistadora da Elle lembrou que as atrizes de Amor, Sublime Amor eram constantemente questionadas sobre as ações de Elgort acima citadas.

Zegler respondeu aos comentários dizendo que não entendia por que estava sempre recebendo perguntas relacionadas a Elgort “mesmo que a pessoa em questão estivesse presente”.

Foi um verdadeiro soco no estômago, honestamente. Voltei a esse espaço cerebral em que estava [em] junho de 2020, quando a acusação surgiu. Estávamos no meio da primeira onda de bloqueio, e não havia nada a fazer além de assistir à toda a destruição. Esses dias foram alguns dos piores dias de saúde mental que já tive. Eu estava sentada ali, tendo acabado de completar 19 anos, no precipício do que foi prometido como o maior momento da minha vida, e estava sendo responsabilizada [pelo público] por acusações que não apenas não tinham nada a ver comigo, mas eram feitas sobre uma situação que se dizia ter ocorrido [cinco] anos antes de eu ter conhecido e trabalhado com essa pessoa. Sem pensar no fato de que eu também tinha 17 anos quando conheci essa pessoa, 17 quando trabalhei com ela, 17 e 18 quando tive que fazer cenas de amor”.

Ansel Elgort e Rachel Zegler em Amor, Sublime Amor (Divulgação)
publicidade

Zegler nunca foi contra a imprensa por fazer perguntas relacionadas a Elgort na época, mas disse na nova entrevista que ficou devastada nos bastidores e acrescentou:

[Há] desconforto inerente que vem com essa percepção de que existem toneladas de pessoas que pensam que você tem que responder pelas ações de um homem adulto que pode falar por si mesmo. É muito decepcionante a cada passo, não importa como você corte. Não importa quantas vezes eu tenha tentado justificar a preocupação das pessoas quando se trata de mim no meu cérebro, mas então perceber que isso vem de um lugar em que eu tenho que responder por isso, e não eles realmente se importando se eu ou não estava bem, foi realmente doloroso. E também não ligando para a conversa entre mim e essas outras mulheres incríveis do meu elenco, sem nenhum processo de pensamento para nossas experiências como mulheres na indústria que constantemente se encontram em encontros íntimos com homens no poder, e uma experiência muito icônica mulher em Hollywood [Rita Moreno] que falou sobre sua experiência com agressão sexual”.

publicidade

A atriz concluiu: “No grande esquema das coisas com essa mulher que apresentou essas alegações, não consigo imaginar o que ela teve que passar. Se estou sentada aqui pensando que aqueles dias foram traumatizantes para mim, não pretendo saber. Eu nunca poderia saber. Eu realmente não tenho nada a ver com essa conversa e estou ansioso para passar por isso”.

Amor, Sublime Amor pode ser assistido no Disney+.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›