Psicóloga diz que diagnóstico de Amber não é verdadeiro

Ela afirma que a atriz não apresenta os sintomas de quem tem estresse pós-traumático.

publicidade

A Dra. Shannon Curry, nova psicóloga convocada para o julgamento, disse que o último laudo sobre o estado psicológico da atriz Amber Heard pode ter sido forjado. De acordo com ela, a estratégia é muito comum em processos judiciais.

A profissional, que é especialista em psicologia clínica e forense, deu o seu parecer sobre o diagnóstico apresentado pela equipe da atriz, alegando que ela estaria sob estresse pós-traumático depois dos acontecimentos entre ela e Johnny Depp.

publicidade

Quem fez a afirmação, foi a Dra. Dawn Hughes, no início de maio. Depois de estudar o histórico médico da estrela, ela declarou que Amber se encaixava no transtorno e que isso teria sido consequência do relacionamento com o astro.

No entanto, após ficar doze horas com a intérprete de Mera em Aquaman, a nova testemunha confirmou que os sintomas não condizem com um paciente que sofre desse mal.

Amber Heard em julgamento nos Estados Unidos
Amber Heard em julgamento nos Estados Unidos (Reprodução/Youtube)

Ao contrário do que foi afirmado antes, ela acredita que a atriz tenha transtorno de personalidade limítrofe e transtorno de personalidade histriônica.

publicidade

Hughes disse ainda, que o primeiro diagnóstico apresentado no tribunal foi falso, e que isso acontece com frequência em casos como esse.

Ela afirma que Amber fingiu

A psicóloga, explicou que existes vários fatores que são determinantes para confirmar se uma pessoa tem ou não estresse pós-traumático sobre alguma situação.

publicidade

E reforçou que todos os processos que realizou com a atriz, apontaram para um resultado negativo.

‘’O estresse pós-traumático é um diagnóstico extremamente incapacitante. Quando uma pessoa tem de verdade, fica difícil para trabalhar. Ela ficará desempregada. A doença causa níveis extremos de angústia e prejuízo. Há divórcio, isolamento e distanciamento de crianças, membros da família, abuso extremo de álcool, muitas vezes uma série de violações da lei repentinas. Eles ficam presos em casa, não podem ir a uma loja’’, afirmou.

Depois de explicar como funciona o processo, a profissional, que tem experiência em trabalhar com veteranos de guerra, comparou os sintomas com a vida atual de Amber e disse que seria impossível uma pessoa ter tido o transtorno e continuar vivendo a vida de forma normal.

publicidade

‘’Eles certamente não vão a eventos, não estão tendo sucesso em sua carreira cinematográfica, não estão se exercitando todos os dias, perseguindo seus hobbies, sendo leitores ávidos, obtendo o nível 3 em treinamento de sommelier e jantares com amigos’’, declarou.

Os últimos depoimentos estão sendo dados nessa semana e o resultado do polêmico processo, vai ser divulgado nesta sexta-feira, 27 de maio.

Amber Heard em julgamento nos Estados Unidos
Amber Heard em julgamento nos Estados Unidos (Reprodução/Youtube)

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›