Protagonista de Shang-Chi, da Marvel conta qual maior incômodo com traje do herói

 

Simu Liu
Simu Liu (Divulgação)

Quando um ator estrela um filme de super-herói, experimentar o traje do personagem pela primeira vez pode ser um momento e decisivo.

Simu Liu, protagonista de Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis, novo filme da Marvel falou sobre essa experiência e como se sentiu emocionado.

Em uma entrevista para a Toronto Life, ele explicou que quase chorou na hora.

Liu brincou com a situação ao ser questionado se teve algum momento das filmagens em que ele achou que não conseguiria fazer o longa.

“A primeira vez que experimentei o terno de super-herói de Shang-Chi”, disparou.

“A Marvel nunca teve um papel de protagonista asiático, então foi um momento tão raro e impactante, para mim como ator, mas também para pessoas que se parecem comigo. Eu quase chorei. Foi tão emocionante. E então, claro, no quinto dia, eu estava tipo, ‘Oh meu Deus, eu odeio essa coisa, por que há tantos zíperes?'”

O filme estava sendo rodado na Austrália e precisou ter uma pausa de quatro meses devido à pandemia no ano passado. A previsão era de que Shang-Chi chegasse aos cinemas em julho deste ano.

Ele foi perguntado se realmente conseguiu o papel do mestre do Kung-Fu, famoso nos quadrinhos da Marvel através de um Tweet como brincou em suas redes sociais anteriormente, e disse que acredita que sim.

“Em dezembro de 2018, eu estava saindo da minha terceira temporada de Kim’s Convenience, onde eu interpreto Jung, e eu estava pensando que aquilo [a notícia sobre a produção do filme] era uma coisa quente”.

“A notícia tinha acabado de sair, que a Marvel estava se preparando para produzir Shang-Chi, e eu tuitei para eles: ‘Ei, vamos conversar ou o quê?’ Eu não tinha expectativas. Com esses filmes gigantes, os testes e convites de elenco vão para centenas, se não milhares de atores em todo o mundo”

Honestamente, acho que foi tendo passado quatro temporadas, naquele momento, em uma comédia”, disse ele. “Antes da Kim,eu tinha reservado principalmente shows pontuais. Ter um papel regular significava ser capaz de crescer através da repetição.”


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›