Produtor de efeitos visual descreve experiência “horrível”, ao trabalhar para a Marvel

Comentários reforçam um ambiente tóxico de trabalho na Marvel que, nos últimos meses, se tornou motivo para debates nas redes sociais.

publicidade

Há algumas semanas, um grande debate sobre os efeitos especiais e CGI utilizados nas produções da Marvel se iniciou.

Nas redes sociais, vários fãs criticaram o estúdio, afirmando que a qualidade das produções estavam sendo prejudicadas para que mais filmes e séries fossem lançados. E, com a divulgação do primeiro esse de Mulher-Hulk, esse debate se tornou ainda mais acalorado.

publicidade

Naturalmente, a Marvel se esquivou e não comentou o assunto, mas agora um de seus antigos artista de efeitos visuais abriu o jogo. No seu Twitter, Dhruv Govil comentou sobre suas experiências trabalhando em projetos da Marvel, afirmando que elas são “horríveis”.

Cenas de Vingadores: Ultimato antes e depois dos efeitos visuais
Cenas de Vingadores: Ultimato antes e depois dos efeitos visuais (Reprodução / Marvel Studios)

Em seu post, o artista comentou que saiu da indústria de efeitos visuais, após trabalhar com os estúdios da Marvel. Ele explicou que frequentemente viu colegas lutando contra o excesso de trabalho “enquanto a Marvel apertava o sinto dos produtores.”

“Trabalhar em séries da Marvel foi o que me levou a deixar a indústria de efeitos visuais. Eles são um cliente horrível, e eu vi muitos colegas quebrarem depois de trabalharem demais, enquanto a Marvel apertava o sinto dos produtores.”

publicidade

O produtor, que trabalhou nos recentes filmes do Homem-Aranha , além da franquia de Guardiões da Galáxia, afirmou que esse problema não é novo. Em seu post, Govil reforça que os artistas de VFX enfrentam esses problemas “desde os primeiros dias do MCU.”

Chris Pratt, Dave Bautista e Zoë Saldaña nos sets de Guardiões da Galáxia
Chris Pratt, Dave Bautista e Zoë Saldaña nos sets de Guardiões da Galáxia (Divulgação / Marvel Studios)
publicidade

Mais adiante no tweet, classificando a relação de trabalho com a Marvel como “tóxica”, Govil  ainda desmentiu comentários que circulam em alguns fóruns, reforçando que esse problema não foi iniciado pela gestão de Bob Chapek, na Disney.

“Então, só porque muitas pessoas mencionaram isso, esse tem sido o caso desde os primeiros dias do MCU. Não começou recentemente e não é por causa de Chapek. O problema é que a #Marvel é muito grande e pode exigem o que quiserem. É uma relação tóxica.”

Os comentários de Dhruv Govil são uma reposta para um artigo publicado pelo The Gamer, que explora comentários de supostos produtores de VFX, que criticam a relação de trabalho com a Marvel.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›