Por que Thanos pode ser muitas coisas, menos um mentiroso

Thanos em Vingadores: Guerra Infinita (Reprodução / Marvel)
Thanos em Vingadores: Guerra Infinita (Reprodução / Marvel)

Em Vingadores: Guerra Infinita vimos Thanos usar o poder das Joias do Infinito para dizimar metade do universo em prol de um equilíbrio universal.

Ao longa da Saga do Infinito no MCU, Thanos matou, abusou de Nebulosa e cometeu diversas atrocidades, contudo, ele nunca foi um mentiroso.

Mas porque o Titã Louco poderia ser tudo menos um mentiroso, o Screen Rant analisou a questão.

Em Vingadores: Ultimato, Thanos destruiu as Joias do Infinito e isso criou um rastro de energia que levou os Vingadores até ele.

Quando o vilão disse que havia destruído as joias, os heróis não acreditaram nele, contudo, Nebulosa assegurou: “Meu pai é muitas coisas. Mentiroso não é uma delas“.

Analisando a trajetória de Thanos, ele realmente nunca mentiu, ele sempre deixou bem claro suas intenções independente do que os outros pensassem.

Isso mostra que seu compromisso com a verdade é uma crença arrogante em si mesmo. E isso se reforça ao fato de não mentir o torna um guerreiro digno.

Outro ponto a se destacar é como Thanos trata quem mente para ele. Como desumanizou Nebula ao longo dos anos, matou Gamora por ela ter escondido a localização da Joia da Alma.

E temos Loki, que é praticamente toda a personificação da mentira dentro do MCU, não é de se negar que Thanos sentiu um certo prazer em matá-lo.

Thanos sempre deixou seus oponentes mais poderosos vivos, vide as lutas contra Hulk e Homem de Ferro, com exceção de Reimdall, que acabou sendo morto por estar no meio do caminho de seu objetivo.

Ele mata ao acaso para equilibrar o universo, para não parecer um hipócrita e provar fundamentalmente que estava certo o tempo todo.

Em Guerra Infinita e Ultimato, todo o plano de Thanos se baseia no fato de que ele acredita ser um modelo de integridade e convicção, aos seus próprios olhos.

O maior desprezo contra ele, nessa mesma avaliação, foi a rejeição de Titã como seu salvador. Thanos se vê como perfeito, ao invés de uma abominação, e a própria ideia de que ele recorreria a algo tão desleal e primitivo como mentir seria uma traição fundamental a essa autoimagem.

Formado em administração e psicologia. Fez curso de desenho com especialização em cartoons. Adora videogame, animações e filmes e séries de super heróis e monstros.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›