Personagem ajudou astro de Marvel na luta contra as drogas

Robert Downey Jr. como Tony Stark (Foto: Divulgação / Marvel)

Robert Downey Jr. se tornou um dos maiores nomes do cinema mundial após viver o Homem de Ferro, um dos super-heróis mais amados pelos fãs dos quadrinhos e que deu início ao bilionário Universo Cinematográfico da Marvel (MCU). O personagem também foi fundamental na vida pessoal do ator.

Antes de conquistar o papel, Downey enfrentava um delicado momento particular e em sua carreira profissional, devido aos seus antigos vícios com álcool e drogas, que resultaram em inúmeras vergonhas públicas e prisões em 97 e 99.

Robert Downey Jr. como Tony Stark (Foto: Divulgação / Marvel)

Em recente entrevista ao talk-show A Late Show, apresentado por Stephen Colbert, o astro revelou o impacto do personagem em sua reabilitação, após anos de luta que quase lhe custou sua carreira. Downey também falou da alegria em poder dar vida à Tony Stark, cuja jornada se assemelha à sua história de vida:

“Acredito que a indústria cinematográfica perdoa muito. Eu tive muita sorte e meus maus comportamentos aconteceram na era pré-internet. Creio que sempre tive um pouco de uma psicologia moral e sempre quis fazer a coisa certa, o que não conta muito. E eu tomei no queixo. Eu penso que sempre que enfrentamos um verdadeiro período de humilhação – e digo isso a partir da minha experiência com outras pessoas… Eu dou credito a elas por sacudirem a poeira e levantar. Acho que isso é algo bem americano, essa questão de cair, levantar e se reconstruir. E de uma forma bem estranha, essa é a jornada de um super-herói. Talvez, por isso eu conseguia me identificar tanto com o Tony Stark, na época em que eu o interpretava”.

Na entrevista, o ator também falou sobre sua passagem pelo MCU e como os filmes da Marvel se tornaram um sucesso global:

“Minha grande alegria foi ter tido a oportunidade de interpretá-lo por tanto tempo. É incrível pensar que tudo que fizemos estava lá nos quadrinhos, e é por isso que acho que os quadrinhos da Marvel têm sido tão maravilhosos para crianças e adultos. Existe amor por essas histórias porque elas falam com o mundo todo […] e o melhor disso foi expresso nesses pequenos segmentos de duas horas de entretenimento.”

Formado em Criação e Produção Audiovisual. Frequentador assíduo das salas de cinemas e também colecionador há anos de filmes em DVD e Bluray. Atuou como produtor e editor do SBT e na redação de blogs e sites em geral. Atualmente, trabalha como redator do E-Pipoca.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›