Sem Covid-19, diretora diz que sua opinião Mulher-Maravilha 1984 no streaming seria bem diferente

Patty Jenkins e Gal Gadot (Divulgação)
Patty Jenkins e Gal Gadot (Divulgação)

Mulher-Maravilha 1984 está há menos de um mês de sua estreia que será feita simultaneamente nos cinemas no HBO Max.

Na última semana, a Warner Bros. anunciou que fará o mesmo com todas as estreias de seus grandes filmes de 2021 e isso causou uma reação negativa entre redes de cinemas, outros estúdios e diretores.

Patty Jenkins, a diretora de Mulher-Maravilha 1984, participou de uma entrevista do SiriusXM (via CB), onde falou como se sentiria se soubesse há um ano atrás que seu filme seria lançado diretamente em um serviço de streaming.

Se você tivesse me dito um ano atrás que iríamos direto para o streaming de qualquer maneira, eu teria pirado“, disse Jenkins

“Como não sou a favor desse plano em geral, sou muito pró-lançamento nas salas de cinema e serei isso de novo, assim que isso [pandemia da covid-19] acabar; no entanto, este é um ano muito louco. Todos nós estamos tentando descobrir com nossas vidas, como fazer tudo o melhor que podemos” ela acrescentou.

Jenkins continuou: “E então eu continuei dizendo que não há uma boa opção. Como quando falávamos sobre isso, não havia uma boa opção. Esperar até quando? E então todos os filmes do mundo tentam para sair ao mesmo tempo. Não havia uma boa opção“.

A diretora ainda falou sobre como recebeu a noticia de que seu filme seria lançado no HBO Max no Natal. “Eu literalmente engasguei um pouco quando o argumento de venda dessa ideia foi dito, porque eu estava tipo, ‘Oh, a ideia de ir para a casa das pessoas no dia de Natal’. E até eu estou com sede para ver o tom de agora, como se eu só quisesse fugir”.

“Quero assistir a um filme que me afasta um pouco. Algo sobre (o plano) parecia tão, certo. Que eu simplesmente pensei que é realmente incrível compartilhar o temporada de férias e, neste momento, apenas tentar alcançar as pessoas da maneira que elas possam ver. Estou muito grata. Eu faço filmes por causa da comunhão com o público. Esse é o ponto e é isso em um nível tão elevado”, ela disse.

Jenkins passou a enfatizar sua empolgação para que os fãs pudessem ver o filme no cinema, mas pontuou: “Eu imploro que escolham a maior tela que puderem encontrar, por favor!“.

Formado em administração e psicologia. Fez curso de desenho com especialização em cartoons. Adora videogame, animações e filmes e séries de super heróis e monstros.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›