Pacto Brutal l Guilherme de Pádua se manifesta novamente sobre série e pede perdão

Pastor postou um vídeo no Youtube pedindo perdão

publicidade

Mesmo depois de prometer não falar mais sobre a série Pacto Brutal, sobre o assassinato da atriz Daniella Perez, filha e Gloria Perez, o ex-ator Guilherme de Pádua usou seu canal no Youtube para se desculpar novamente sobre o que ocorreu.

Na última terça-feira (2), o pastor postou um vídeo pedindo perdão e dizendo que muitas pessoas que se dizem cristãos tem julgado ele. Anteriormente, Pádua já havia comentado sobre o lançamento da série.

publicidade

“Talvez eu nunca tenha uma oportunidade real de pedir perdão. Por isso, Gloria Perez, eu te peço perdão por todo o sofrimento que te causei. Jamais esqueci daquele encontro na carceragem, nunca esqueci. Raul Gazolla, eu te peço perdão, nunca esqueci do dia que fui chamado na delegacia, você estava lá e se arrastou até mim, me abraçou chorando. Ali vi que era a pior pessoa do mundo”, afirmou Pádua.

“Muitas pessoas, inclusive algumas que se dizem cristãs, têm me julgado e declarado que não acreditam na minha conversão porque não viram um um vídeo meu com um pedido de perdão para a família, os amigos, as pessoas que fiz sofrer com o crime que cometi”, declarou o pastor e continuou:

“Ainda que pareça estranho um cristão ‘lacrar’ ao julgar que outra pessoa não é cristã de verdade, não tiro a razão de quem duvida da minha conversão, até porque eu mesmo duvido muitas vezes da minha conversão. Não sou uma pessoa normal, é óbvio. Alguém que cometeu um crime tem mil pensamentos que não são comuns”, reforçou.

Raul Gazolla em Pacto Brutal (Divulgação/ HBO Max)

A série, que relata o brutal assassinato da atriz, que morreu aos 22 anos, e fazia par romântico com Guilherme na novela De Corpo e Alma, tem chocado o público e tem sido um assunto em alta na mídia e nas redes sociais.

O ex-ator que planejou o crime, ressaltou no vídeo que sabe que certamente nunca será perdoado, mas que ele deveria deixar registrado.

“Não que isso vá realmente gerar um perdão, porque um perdão é um dom de Deus, tem mais a ver com quem perdoa do que com quem é perdoado. Se estivesse no lugar de vocês, provavelmente, não perdoaria. Então, não espero, mas deixo registrado, declarou e Pádua e completou: “Para vocês terem uma ideia, nos primeiros anos, ficava noites e noites no meu pensamento tentando me comunicar com a Daniella. Pedindo perdão, tentando falar algo, como se ela pudesse me escutar”.

publicidade

Confira o vídeo na integra:

 

publicidade

 

 

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›