Mulher-Maravilha 1984 ajudou o HBO Max a alcançar mais de 40 milhões de assinantes

Gal Gadot em Mulher-Maravilha 1984 (Divulgação)
Gal Gadot em Mulher-Maravilha 1984 (Divulgação)

De acordo com a companhia de telecomunicações, AT&T, a base de assinantes da plataforma HBO Max cresceu 17,2 milhões de ‘usuários ativos’.

Agora, o serviço de streaming conta com um total de tem 37,66 milhões de streamers. Em setembro de 2020 eram 28,7 milhões. Somado ao HBO, as duas plataformas totalizavam 41,5 milhões assinaturas no final do ano passado.

Tal número foi alcançado, principalmente, com a estreia de Mulher-Maravilha 1984, em dezembro. A sequência foi o primeiro de uma série de filmes que a Warner Bros. lançará na plataforma simultaneamente aos cinemas.

O chefão do estúdio, Toby Emmerich, comemorou o sucesso do longa:

“Mulher-Maravilha 1984 quebrou recordes e superou nossas expectativas em todas as nossas metas e estamos animados para continuar a história de Diana com as Mulheres-Maravilhas da vida real – Gal Gadot e Patty Jenkins – que retornarão para concluir a planejada trilogia cinematográfica.”

A Warner divulgou um novo trailer com cenas de seus futuros lançamentos:

Os longas que estão na lista de lançamentos simultâneos são: The Little Things, O Esquadrão Suicida, Em um Bairro de Nova York, Judas and the Black Messiah, Duna, Godzilla vs. Kong, The Many Saints of Newark, Invocação do Mal 3, Space Jam 2: Um Novo Legado, Mortal Kombat, Malignant, King Richard, Those Who Wish Me Dead, Tom & Jerry: o Filme, Reminiscence, Cry Macho e Matrix 4.

A presidente e CEO da WarnerMedia, Ann Sarnoff, enfatizou que essa estratégia de estreia simultânea não será permanente no estúdio:

“Estamos vivendo em tempos sem precedentes, que exigem soluções criativas, incluindo esta nova iniciativa para o Warner Bros. Pictures Group. Ninguém quer os filmes de volta na grande telona mais do que nós. Sabemos que o novo conteúdo é a força vital da exibição teatral, mas temos que equilibrar isso com a realidade de que a maioria dos cinemas nos Estados Unidos provavelmente operará com capacidade reduzida ao longo de 2021.”

Formado em Criação e Produção Audiovisual. Frequentador assíduo das salas de cinemas e também colecionador há anos de filmes em DVD e Bluray. Atuou como produtor e editor do SBT e na redação de blogs e sites em geral. Atualmente, trabalha como redator do E-Pipoca.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›