Mulher-Hulk vai abordar “temas feministas muito legais”, promete nova atriz

Em entrevista, a atriz Ginger Gonzaga ainda rasgou elogios para a estrela da série.

publicidade

Em algumas semanas, Universo Cinematográfico da Marvel ganhará uma personagem aguardada há alguns anos; a Mulher-Hulk. Interpretada pela atriz Tatiana Maslany, a personagem ganhará uma série, protagonizada por uma advogada que abre os caminhos para os novos heróis do Universo.

Entretanto, aparentemente Mulher-Hulk também lidará com alguns problemas da vida real, abordando, inclusive, “temas feministas muito legais”, segundo uma das novas atrizes da série.

publicidade
Ginger Gonzaga em Space Force
Ginger Gonzaga em Space Force (Divulgação / Netflix)

Numa entrevista para o site Bell Media, Ginger Gonzaga falou sobre sua experiência em fazer parte da Marvel, chamando atenção para a atriz Tatiana Maslany, rasgando elogios para a estrela da produção.

“Foi o melhor coisa. Estar no mundo Marvel é um combo – você sabe, sua imaginação corre solta. Você está em todas essas cenas com personagens icônicos e Tatiana Maslany é uma atriz incrível, natural, tão divertida e tão profissional. Não posso dizer coisas suficientes sobre ela ou vai parecer que estou sendo desonesta. Então foi muito divertido trabalhar com ela e estar em She-Hulk e estar no Marvel-verse… foi estranho normalizar [fazer parte do MCU].”

Ainda durante a conversa, Gonzaga também comentou que a série conterá “muitos comentários feministas”, embora não tenha especificado nenhum deles.

publicidade

“Mark Ruffalo está no show, nós temos Smart-Hulk no show, e é tão divertido e bobo. Jessica Gao, nossa escritora, fez uma sátira tão inteligente com muitos comentários feministas muito legais, então é emocionante”, afirmou a atriz.

Mais sobre Mulher-Hulk

Tatiana Maslany como Mulher-Hulk
Tatiana Maslany como Mulher-Hulk (Divulgação / Marvel Studios)
publicidade

Em sua Mulher-Hulk: Defensora de Heróis acompanha a história da advogada Jennifer Walters. Na trama, Walters assume uma nova divisão do governo e deve cuidar da imagem, além da defesa jurídica, de um grupo de super-humanos.

Porém, no meio de sua trajetória, a protagonista é vitima de uma emboscada e sofre um acidente, ficando entre a vida e morte. Assim, precisando de uma transfusão de sangue, a advogada é salva pelo Hulk (Mark Ruffalo) e as coisas saem do planejado.

Assim, após a transfusão, Jennifer Walters ganha de brinde os poderes do Hulk, se transformando na Mulher-Hulk, pela primeira vez, ainda no hospital.

publicidade

Por fim, ganhando nove episódios, Mulher-Hulk: Defensora de Heróis é uma das próximas estreias da Fase 4 no MCU, chegando ao Disney+ em 17 de agosto.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›