“Maligna, malvada e vingativa! Cheia de m****”, diz Johnny Depp sobre Amber Heard em mensagens

publicidade

Na segunda-feira (18), foi divulgada uma série de mensagens que Johnny Depp enviou a um médico, relatando seu ponto de vista sobre situações vividas com a atriz Amber Heard durante o período de seu casamento.

De acordo com informações publicadas pelo Daily Mail, as mensagens de texto, enviadas ao celular do doutor David Kipper – e divulgadas no julgamento do caso, foram escritas pelo próprio artista, no mês de março de 2015. O médico havia sido contratado para tratar o vício de Depp em opioides.

publicidade

Nas mensagens, o ator se queixa da relação com Heard e diz que ela é uma pessoa “maligna e vingativa”, além de afirmar que ela deveria amá-lo “acima de tudo”.

Leia abaixo:

“Oi, c******, cara, tive outra. Eu não posso viver assim. Ela é tão cheia de m**** quanto um ganso de Natal. Chega. NÃO DÁ MAIS! Insultos constantes soltos por uma filha da p*** maligna, malvada e vingativa!!!!! Você sabe o que é muito mais doloroso do que seu discurso educacional venenoso e degradante?? As tiradas horríveis e propositadamente dolorosas dela, e seu maldito tratamento chocante em relação ao homem que ela deveria amar acima de tudo.”, escreveu Depp.

O ator continua o texto afirmando que a ex-mulher é obsessiva e se preocupa apenas com os próprios interesses, queixando-se de que ela o chamou de “velho triste”.

publicidade

“Aqui está a real, parceiro… a obsessão dela consigo mesma é muito mais importante. Ela é ambiciosa para c******!!!! Ela é tão desesperada por sucesso e fama. Deve ser por isso que fui adquirido, parceiro. Ela me martelou com como sou um velho triste. Estou muito triste”.

Amber Heard e Johnny Depp (Divulgação)
Amber Heard e Johnny Depp (Divulgação)

Dedo decepado

Em março de 2015, Johnny Depp sofreu um corte grave no dedo e alegou que a atriz o machucou ao acertá-lo com uma garrafa de vidro, embora ela tenha se defendido assegurando que Depp se feriu sozinho.

publicidade

O próprio Dr. Kipper revelou ao júri que foi ao local onde a briga aconteceu e pediu que um dos funcionários encontrassem a ponta do dedo de Depp.

Ele disse que Heard não tinha nenhum machucado visível, apenas estava chateada com a situação.

Depois de tudo isso, Johnny Depp voltou a enviar outra mensagem ao médico, se desculpando:

publicidade

“Minhas mais sinceras desculpas, doutor… (você é o) homem que fez mais por mim do que qualquer um. Não houve desculpa para o meu comportamento covarde e básico”, disse.

“Cortei meu dedo esquerdo como um lembrete de que nunca deveria cortar meu dedo novamente. Cortei a ponta do meu dedo médio. O que devo fazer? Ir ao hospital?”

Em 28 de junho do mesmo ano, Johnny Depp escreveu ao médico mais uma vez, dizendo que as coisas com Heard estavam “absolutamente perfeitas”.

“Obrigado, meu querido Kipper. Em breve devo vê-lo e apenas curtir. Meu dedo deformado e eu não tenho amigos??? Amber e eu estamos absolutamente perfeitos há três meses. Eu tranquei minha criança monstro e isso funcionou para c*****”.

publicidade

Os atores, entretanto, iniciaram o processo do divórcio em maio de 2016, um ano e três meses após o casamento. A separação foi oficializada em janeiro de 2017.

Agora, eles estão movendo um processo milionário por difamação, no qual, Depp está pedindo 50 milhões de dólares, afirmando que ela o difamou em 2018 em um artigo que escreveu para o Washington Post.

Heard também pede 100 milhões de dólares de Depp, também sob uma acusação de difamação on-line.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›