Filme com elenco inteiramente gay recebe críticas e faz diretor ir a público explicar escalação

Mais Que Amigos, Friends estreia nos cinemas em novembro

publicidade

Depois que Mais Que Amigos, Friends, nova comédia romântica com temática e maior parte do elenco LGBTQIA+, foi anunciada, o assunto rendeu. O fato do filme ser composto em sua maioria por atores gays, lésbicas, trans e não-binários é um feito inédito e que chamou muito a atenção, para o bem e para o mal, claro.

Assim como muitas pessoas aplaudiram a iniciativa, outras acham que atores heterossexuais poderiam ter sido chamados para fazer o papel das pessoas hétero do filme. Em uma entrevista para a revista Variety, Billy Eichner, roteirista e protagonista do filme, explicou o que o levou a querer formar o elenco com membros de sua comunidade.

publicidade

“Muito frequentemente em Hollywood, papéis sensacionais LGBTQ [sic] historicamente acabaram nas mãos de atores heterossexuais, e eles vão lá e ganham prêmios com aquilo. São aclamados e usam aquilo para mostram para as pessoas que eles têm alcance.”

O artista explicou que, já que estava em seu poder a seleção do elenco desta vez, ele optou por tentar dar uma equilibrada na balança para o outro lado, e deixar a situação menos desigual:

“A escolha do elenco de Mais Que Amigos, Friends não é dizer que papel de hétero é de hétero e papel de gay é de gay. Não estamos fazendo regras rígidas como essa, e sim é corrigir esse desequilíbrio.”

“Papéis que pessoas LGBTQIA+ não têm chance”

Cena de Mais Que Amigos, Friends (Reprodução)
Cena de Mais Que Amigos, Friends (Reprodução)
publicidade

Billy deixou bem claro que ele não tem problemas com pessoas de orientações sexuais diversas interpretando pessoas com outras inclinações, mas que é muito legal que as coisas aconteçam não só em uma direção, mas em ambas, e que a comunidade tenha chance de receber papeis que lhe são normalmente negados:

“É sobre equidade. É sobre mostrar para as pessoas que é muito legal que um ator hétero possa ganhar um Oscar por interpretar um gay, mas olha que engraçado e hilário e caloroso e delicioso é que atores LGBTQ podem fazer uma variedade de papeis que a gente não tem a chance de fazer.”

publicidade

Mais Que Amigos, Friends estreia nos cinemas a partir de 24 de novembro.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›