Luca | Diretor comenta exploração de identidade e inclusão no filme

Giulia, Luca e Alberto em Luca (Divulgação / Pixar)
Giulia, Luca e Alberto em Luca (Divulgação / Pixar)

Para o diretor Enrico Casarosa, o filme Luca foi uma oportunidade de explorar temas atuais como identidade e inclusão.

No filme, Luca e seu amigo Alberto são dois monstros marinhos que tem a capacidade de se transformar em humanos quando estão fora da água,

Eles decidem passar um encantador verão na Riviera Italiana, comendo macarrão, andando de moto, mergulhando de penhascos e fazendo novas amizades.

Mas eles devem esconder suas identidades dos habitantes da cidade que acreditam que os monstros marinhos são criaturas perigosas.

Em uma entrevista para o IndieWire, Casarosa comentou:

Foi uma jornada maravilhosa encontrar esse tema e como ele se relaciona com a amizade. Desde o primeiro dia, eu poderia dizer que havia algo interessante em ter um filho daquela idade com esse segredo – o fato de que ele não consegue se mostrar”.

Segundo Casarosa, o diretor de criação da Pixar, Pete Docter, disse o quanto o tema ressoou pessoalmente com ele.

Ele disse que se sentia assim quando criança – aqueles anos em que você se sente estranho em seu próprio corpo e não se encaixa por muitos motivos diferentes. Então, algo parecia certo falando sobre aquela idade com o cenário de mudança, alguém realmente escondendo seu verdadeiro eu naturalmente porque ele tem que fazer. E então descobrimos a melhor forma de retratá-lo. Tornou-se uma metáfora para o outro, e todos podem ser específicos sobre como isso se relaciona com eles”.

Paralelos

Luca, Giulia e Alberto em Luca (Divulgação / Pixar)
Luca, Giulia e Alberto em Luca (Divulgação / Pixar)

Em uma entrevista anterior para o ScreenRant, Enrico Casarosa disse que as minorias se identificaram com os personagens de Luca.

O cineasta falou sobre a metáfora que envolve o protagonista e como isso atingirá principalmente crianças nerds e LGBTQ+.

Nós pensamos muito em ter que ‘mostrar seu monstro marinho’ abraçando sua própria diferença e como uma metáfora para qualquer coisa. Gostamos da ideia de que é muito aberto. Tivemos muitas discussões sobre isso. Amamos a ideia que não é muito específica, mas é universal, porque você pode aplicar seu próprio prisma. Eu vim de um lugar onde tenho um grande amigo e nos sentimos [como] nerds, à nossa maneira. Espero que todos possam aplicar seu próprio prisma a isso“.

Luca será lançado no Disney+ no dia 18 de junho de 2021.

O elenco de voz conta com Jacob Tremblay como Luca, Jack Dylan Grazer como Alberto e Emma Berman como Giulia.

Além de Maya Rudolph, Jim Gaffigan, Marco Barricelli e Saverio Raimondo.

Formado em Administração e Psicologia. Fez curso de desenho com especialização em cartoons. Adora videogames, animações, filmes e séries de super heróis e monstros. Atualmente dedica-se a redação do portal ePipoca.

Veja mais ›