Chefão da Marvel diz que muita gente torceu o nariz quando ele propôs WandaVision

Kevin Feige (Divulgação)
Kevin Feige (Divulgação)

WandaVision estreou e vem arrancando elogios da crítica e do público. Em uma entrevista para o site Screen Rant, Kevin Feige, o presidente da Marvel Studios, falou sobre o processo de criação da série.

“Nós tivemos essa ideia de sitcoms, de explorar esse amor por sitcoms que muitos de nós na Marvel Studios tínhamos. Passei grande parte da minha infância assistindo televisão, assistindo Nick at Nite e TCM . TCM ou MeTV é o que eu alterno quando estou assistindo televisão”.

Além de ter um gosto particular por séries antigas, Kevin explicou que começou a se perguntar o que havia de errado consigo mesmo por gostar tanto de comédias que todas as pessoas consideravam datadas, e chegou à conclusão que a simplicidade dos enredos o atraía.

“Eu meio que estava investigando minha própria psique para saber por que é esse o caso, e o que é tão reconfortante sobre esses programas datados. E geralmente, a resposta é a escrita espetacular no The Dick Van Dyke Show, ou as conexões familiares de The Brady Bunch”.

“A simplicidade de como tem um problema no começo do episódio, e 30 minutos depois, tem uma solução e você segue em frente. Como isso é reconfortante, e o que isso significaria para alguém que passou por coisas traumáticas, como todos nós e como os personagens de nossos filmes passaram”.

Formando a equipe

Feige contou como projeto passou por várias mãos até que Jac Schaeffer aceitasse escrever o roteiro. Ele explicou que ao contar que a Marvel queria fazer séries próprias, muita gente chegou a torcer o nariz.

“E foi até que Mary Livanos, nossa produtora executiva, falou com Jac Schaeffer – porque você pode imaginar, tivemos algumas reuniões em que as pessoas pensavam: ‘Seriados da Marvel? Do que vocês estão falando?’ A propósito, isso aconteceu conosco voltando a lançar o Homem de Ferro para as pessoas”.

“A lista de pessoas que passaram é muito, muito longa em todos os nossos projetos, porque é difícil ver algo até que você realmente o faça. Felizmente, Jac Schaeffer viu e foi capaz de pegar muitos dos conceitos de alto nível que tínhamos e transformá-los em uma narrativa estruturada”.

E por fim, Feige falou sobre a chegada do diretor da série.

“Então Matt Shakman, que entre episódios gigantes de Game of Thrones e crescendo em sets de sitcom como ator infantil, foi feito para fazer isso. Eu meio que não conseguia acreditar. Tínhamos nos encontrado com Matt algumas vezes no passado, depois de seus grandes episódios, para tentar encontrar algo”.

“Eu não sabia sobre seu passado de sitcom até que ele entrou e lançou isso, e acho que ele pode ter trazido fotos de alguns de seus primeiros trabalhos. Não dava para acreditar que ali estava um cineasta que estava destinado, talvez, a fazer esse mashup”.

Formado em administração e psicologia. Fez curso de desenho com especialização em cartoons. Adora videogame, animações, filmes e séries de super heróis e monstros.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›