Juiz ordena que suposta vítima sexual de Kevin Spacey revele sua identidade

Kevin Spacey em cartaz promocional de House of Cards (Divulgação)

Um juiz de Manhattan decidiu esta semana que o homem que acusou no passado Kevin Spacey de abusar sexualmente dele quando ele tinha 14 anos deve revelar sua identidade. Este procedimento é exigido por parte da suposta vítima para que o processo prossiga.

Lewis Kaplan, juiz distrital nos EUA,  recusou-se na segunda-feira a deixar o homem seguir em frente apenas com seu nome preservado pelo anonimato. Isto ocorreu em uma ação movida em setembro na pela Justiça Estadual e posteriormente encaminhada para a Justiça Federal.

A suposta vítima pede mais de US $40 milhões de dólares em reparação a danos morais. Kaplan disse que o interesse de privacidade de C.D. não é mais importante que a presunção de procedimentos legais abertos. Além disso, sem ter sua identidade revelada o homem estaria prejudicando a defesa de Spacey que ocorreria se ele pudesse prosseguir com o processo anonimamente.

Anthony Rapp em Rent-Os Boêmios (Divulgação)

O juiz acrescentou à sua observação que a suposta vítima também recrutou para testemunhar a seu favor, como co-autor, Anthony Rapp, de Star Trek: Discovery e Rent-Os Boêmios. O processo acusa Spacey de também assediar sexualmente Rapp durante uma festa nos anos 1980, quando ele ainda era adolescente.

Quando Rapp apresentou suas acusações pela primeira vez em 2017, outros se tornaram públicos também, interrompendo a carreira de Spacey. Na época, o ator emitiu um comunicado dizendo que não se lembrava do encontro, mas pediu desculpas.

Kaplan, que deu aos advogados 10 dias para revelar a identidade do homem chamado de CD se ele quiser entrar com o processo. Segundo a autoridade, as alegações de CD em documentos judiciais de que usar seu nome provocaria transtorno de estresse pós-traumático, ansiedade e depressão são uma consequência que provavelmente não será evitada à medida que o caso avance.

Em março, o advogado Peter Saghir escreveu a Kaplan que C.D. sente “extrema ansiedade e sofrimento psicológico até mesmo com a ideia de ser obrigado a proceder publicamente” e relutantemente decidiu retirar suas reivindicações caso o juiz ordenasse que ele proceda publicamente.

Saghir e outros advogados do C.D. não responderam formalmente à imprensa, nem aos pedidos de respostas pela Associated Press.

Kevin Spacey

Spacey é um ator consagrado, que começou sua carreira como ator de teatro durante a década de 1980, obtendo papéis coadjuvantes no cinema e na televisão. Os primeiros papéis de Spacey no cinema foram em A Díficil Arte de Amar (1986), de Mike Nichols, e  Uma Secretária do Futuro (1988).

Em uma entrevista em abril de 2020 Spacey comparou à sua queda de popularidade e perda de trabalhos no cinema às pessoas que ficaram desempregadas devido ao COVID-19. A comparação feita pelo autor foi mal recebida pelo público.

Sou uma mulher que sempre sonhou em viver de escrever. Amo tudo sobre cultura pop, cinema e TV…. Ah cerveja e gatos!

Você pode me encontrar no Twitter como @MoniquePop2

Veja mais ›