HQ mostra como Dustin se tornou amigo dos outros meninos em Stranger Things

Stranger Things: Dustin / Reprodução

Quando a Netflix decidiu lançar Stranger Things, talvez ainda nem tivesse a dimensão da quantidade de pessoas se apaixonaria pela história daquelas crianças de Hawkins, Indiana.

Entretanto, já é fato que eles são uma contribuição marcante e poderosa para a cultura pop atual, especialmente pela personagem Onze, interpretada por Millie Bobby Brown, mas isso não significa que os meninos não tenham seu lugar de importância.

E é justamente na história dos garotos que a nova HQ da franquia Stranger Things resolveu focar para contar a origem de sua amizade e de como tudo começou.

A primeira edição da HQ, intitulada Stranger Things Dungeons & Dragons #1, apresenta a história de Dustin e conta aos leitores como foi que ele acabou se tornando amigo dos outros garotos, que já se conheciam.

Will, Lucas e Mike eram amigos inseparáveis que não eram muito populares na escola. Eles passavam boa parte do seu tempo se escondendo Troye e James.

Em um dia que fugiam dos dois agressores, eles acabaram indo parar em uma livraria onde conheceram o RPG Dungeons & Dragos, que inspira os monstros da outra dimensão existentes na série.

Desde então, os meninos não conseguiam mais parar de jogar, inclusive nos intervalos das aulas.

Apaixonados pelo jogo de tabuleiro e por como podiam existir nele como heróis, eles nem se lembravam mais que não eram populares até que um dia, sentados no refeitório da escola, Lucas e Will debatiam sobre como poderiam derrotar um Minotauro.

O diálogo se desenrola com Mike informando que eles precisariam rolar uma soma maior que 10 nos dados para conseguir isso e Lucas rebate dizendo que isso é impossível, já que usariam dois dados de seis lados.

Acontece que uma pessoa estava do lado ouvindo a conversa e logo eles ouvem uma voz que os interrompe dizendo: “na real, não é impossível, não.”

A voz era de Dustin que faz vários cálculos mentais e dá a probabilidade dos meninos conseguirem fazer o que desejam no jogo: “as chances não são boas, mas não é impossível”.

Contrariado, Lucas não gosta muito da interferência, mas acaba aceitando que Mike convide Dustin para jogar com eles. Ele aceita e amizade segue a partir daí, indo levar os garotos a toda aquela aventura que conhecemos na série. Legal, né?

Um Psicólogo que estuda Medicina, ensina inglês, toca piano, ama escrever e tem um gato. =P


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›