Grande revelação em Doctor Who foi resposta a Star Wars

Ao longo de toda a atual temporada de Doctor Who, um grande mistério esteve presente sobre quem são os pais de Ruby Sunday (Millie Gibson). No episódio final, Império da Morte, foi revelado que Ruby é filha de uma enfermeira que entregou seu bebê para protegê-lo de um lar abusivo, e não uma figura importante na história.

O showrunner Russell T. Davies explicou que essa escolha foi uma resposta a uma decisão similar na franquia Star Wars, onde inicialmente Rey foi retratada como uma pessoa comum com a capacidade de usar a Força, mas depois foi revelado que ela era descendente do Imperador Palpatine.

Esta é uma espécie de reação a – paciência comigo agora – aos filmes de Star Wars. Não me lembro dos títulos, mas na última trilogia, o segundo filme dizia que Daisy Ridley [Rey] não era nada de especial. Não havia nada de especial em sua paternidade“, explicou Davis para o Cinema Blend.

Ele disse que preferiu a versão em que Rey não era especial. E continuou: “Ela acabou de receber a Força… uma pessoa comum com a Força. E no seguinte mudaram tudo para que ela fosse essa filha do Imperador… e eu realmente amei a versão onde ela não era especial.

Ele acrescentou: “Ela não é filha de Sutekh. Ela não é filha dos Lordes do Tempo ou Rassilon ou algo assim. Sua mãe é Louise Miller, que tinha 15 anos e estava grávida, de um lar perigoso, um lar abusivo, e deixou seu filho na porta de casa. Essa é a minha reação porque acho que é uma história melhor“.

Os episódios de Doctor Who estão disponíveis no Disney+.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›