George Lucas esclarece por que venda da Lucasfilm para a Disney não foi tão boa

publicidade

Em 2012 George Lucas vendeu sua famosa franquia Star Wars para a Disney em um acordo que custou 4 bilhões de dólares. Mesmo após passado 8 anos da venda, a decisão continua dolorosa para o cineasta.

Em uma entrevista para Paul Duncan para divulgar o livro The Star Wars Archives: Episodes I-III 1999-2005, George Lucas desabafou sobre como ainda se sente pela venda da franquia criou (via IndieWire).

publicidade

Lucas explicou que considerou não colocar a LucasFilm à venda e, em vez disso, ter outra pessoa para dirigir a produção da trilogia sequencial, mas isso não daria ao diretor o tempo para a família que ele tanto desejava. Ou, como Lucas disse, “Isso não é se aposentar”.

“Em O Império Contra-Ataca e O Retorno de Jedi tentei ficar fora do caminho, mas não consegui”, disse Lucas. “Eu estava lá todos os dias. Mesmo que as pessoas fossem amigas minhas e fizessem um ótimo trabalho, não era a mesma coisa que eu fazê-lo. Foi como ser removido uma vez… Eu sou um daqueles caras do microgerenciador, e não posso evitar. Então, decidi abrir mão disso, aproveitar o que eu tinha e estava ansioso para criar minha filha”.

Passei minha vida criando Star Wars – 40 anos – e desistir foi muito, muito doloroso. Mas foi a coisa certa a fazer”, acrescentou Lucas. “Achei que teria um pouco mais a dizer sobre os próximos três, porque eu já os havia iniciado, mas eles decidiram que queriam fazer outra coisa. As coisas nem sempre funcionam da maneira que você deseja. A vida é assim”.

Foi revelado que se a Disney tivesse levado em consideração o plano de Lucas para a nova sequência de filmes, então Darth Maul teria retornado como o principal antagonista da franquia e Leia teria emergido como a personagem “Escolhida” da trilogia.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›