George Clooney dá declaração impressionante sobre sua sensação ao se ver como Batman

(Montagem: Divulgação/Guilherme Moreira)

Batman e Robin foi lançado em 1997 e continua sendo comentado um peso para a carreira de George Clooney até hoje. Depois de declarar que o filme é “terrível”, o astro agora está dizendo que “dói fisicamente” assistir ao filme.

O filme dirigido por Joel Schumacher não foi bem recebido na época e recebeu diversas críticas.

Os mamilos colocados nos trajes do herói e o vilão interpretado por Arnold Schwarzenegger são os principais motivos de piada.

(Divulgação)

Em uma recente entrevista para o GQ (via Comic Book), Clooney, que interpretou Bruce Wayne/ Batman, abriu o jogo sobre sua participação no longa metragem e disse que estava péssimo no papel do herói.

“A única maneira de falar honestamente sobre as coisas é incluindo a si mesmo e suas deficiências nessas coisas. Tipo, quando digo que Batman e Robin é um filme terrível, sempre penso, ‘Eu fui péssimo nele’. Posso dizer que nenhum elemento funcionou no filme”.

Agora, em uma nova entrevista com Howard Stern, Clooney falou sobre sua experiência no set de Batman & Robin.

“Eu não poderia ter feito isso de maneira diferente. É uma grande máquina, aquela coisa. Você tem que se lembrar que naquela época eu era apenas um ator conseguindo um emprego de ator. Eu não era o cara que poderia opinar ou dar luz verde a um filme”.

Na década de 90, Clooney ainda não era o protagonista que é hoje, diferentemente de Schwarzenegger, que interpretou o Sr. Freeze.

Quanto a trabalhar com o astro de O Exterminador do Futuro, George declarou que eles nunca se encontraram no set.

Arnold Schwarzenegger

“Nunca nos vimos. O cinema é uma máquina grande e monstruosa, e eu simplesmente entrei e fiz o que eles disseram.”

Embora eles apareçam juntos na tela, foi apenas uma edição inteligente, de acordo com Clooney, que ganhou US$ 1 milhão para assumir o papel do herói com a saída de Val Kilmer.

Schwarzenegger arrecadou US$ 25 milhões por sua atuação.

“A verdade é que nada deu certo ali. O ótimo Akiva Goldsman, ganhador de Oscar, escreveu o roteiro. E é um roteiro terrível, ele vai te dizer. Joel Schumacher, que acabou de falecer, dirigiu e ele disse, ‘Sim, não funcionou.’ Todos nós suspeitamos disso”.

Clooney ficou tão assustado com a experiência em interpretar o homem-morcego que tentou convencer Ben Affleck, à época, de recusar o papel em Liga da Justiça.

Formado em Criação e Produção Audiovisual pelo CBM (Centro Universitário Barão de Mauá). Frequentador assíduo das salas de cinemas, é também colecionador há anos de filmes em DVD e Bluray. Atuou como produtor e editor do SBT e na redação de blogs e sites em geral. Atualmente, trabalha como redator do E-Pipoca.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›