Fim de Supernatural; Saiba quais finais mais agradaram ou não os fãs

Supernatural — “Carry On” — Image Number: SN1520C_0015r.jpg — Pictured (L-R): Jared Padalecki as Sam and Jensen Ackles as Dean — Photo: Robert Falconer/The CW — © 2020 The CW Network, LLC. All Rights Reserved.

O final de Supernatural chegou para o público na última semana, deixando no ar um pouco de alívio, afinal foram 15 anos, e também de tristeza. Porém nem todos os personagens tiveram o final que mereciam. Mesmo com tanto tempo no ar, os fãs demonstraram descontentamento com alguns dos enredos apresentados.

Bobby – Praticamente o pai adotivo dos protagonistas, o personagem estava oficialmente morto desde a sétima temporada da série, mas fez algumas aparições ao longo dos anos como fantasma e também em uma versão alternativa menos amigável. No final, ele apareceu para mostrar a Dean seu lugar no paraíso após a morte, como uma espécie de guia.

Rowena – Esta começou a série como uma vilã, e mãe de Crowley, e levou algumas temporadas para alcançar um arco de redenção. De malvadona toda poderosa, ela virou uma aliada dos caçadores, e tinha um grande carinho por Sam, a quem ensinou a usar magia. Ela se sacrificou para deter os demônios que haviam fugido no início da última temporada, e acabou se tornando rainha do inferno.

Charlie – Foi um verdadeiro achado para a série depois da sétima (e criticada) temporada. A nerd lésbica, foi morta, e trazida de volta, e assim como Bobby teve uma versão de um universo alternativo figurando na série. Ela chegou a ser casar com Dorothy (de O Mágico de Oz), e reapareceu na última temporada bem, casada com sua namorada, e sem grandes explicações. O público sentiu falta da Charlie mais nerd, conectada e alegre do passado.

Outro enredo que parece ter decepcionado foi o de Mary Winchester, tão criticado quanto quando os roteiristas a trouxeram de volta a trama depois de ter morrido no primeiro episódio (quando Sam e Dean ainda eram crianças). A caçadora ganhou uma nova chance, acabou morrendo pelas mãos de Jack, que não conseguia controlar seus poderes. Isso criou um buraco na relação de Dean e Jack, mas por fim, a loira terminou em seu céu particular ao lado de John, seu marido.

Por falar em Jack, também tiveram críticas para o seu final. Filho do Satanás com uma humana, ele foi criado para ser uma arma e derrotar Deus, e assim o fez. Depois do objetivo cumprido, ele simplesmente disse que seguiria seu rumo na vida, e fim. O final mais criticado, no entanto, foi de Dean, que acabou morrendo numa caçada comum, tendo seu corpo enfiado num vergalhão, e pedindo que Sam não o salvasse. E você? Já assistiu ao final de Supernatural? Conta para a gente o que achou.

Comunicólogo balzaquiano, paulistano, e com experiência vasta nesse mundo virtual. Adorador de séries, filmes, quadrinhos, e tudo o que envolve a cultura pop.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›