Fã faz apelo e pede que autora de The Witcher não ignore deficiência de Geralt

Geralt (Henry Cavill) em The Witcher [2]
Geralt (Henry Cavill) em The Witcher (Divulgação/ Netflix)

The Witcher estava em processo de gravação de sua segunda temporada, quando teve seus trabalhos interrompidos porque alguns membros testaram positivos para a Covid-19. Mas um fã nas redes sociais chamou a atenção da autora e showrunner Lauren S. Hissrich, ao relatar que tanto a série quanto os jogos se esqueceram que no livro, o protagonista tem uma deficiência.

O usuário @mustangart escreveu um longo tópico sobre o assunto, e revelou que espera que isso em algum momento isso seja tratado. A autora então, leu e resolveu comentar.

Hissrich escreveu: “Não parei de pensar neste tópico. Já li esses livros uma dúzia de vezes, essas seções específicas, e não pensei nisso além de: ‘Geralt está com um pouco de dor para a próxima missão’. Eu estava errada. Estou animada para aprofundar mais nisso. Para adicionar esta camada ao nosso herói”.

Veja abaixo alguns trechos da reinvindicação do fã.

“Essa afirmação sempre surpreende as pessoas, até mesmo os fãs da série. Mas é verdade. É que as pessoas só se lembram de como Geralt é mostrado nos videogames CDPR – um caçador de monstros grisalho, mas saudável – sem perceber que o CDPR removeu essa deficiência. ‘É apenas uma deficiência, não é tão importante’, você pode dizer, mas na verdade é MUITO importante. Geralt fica incapacitado logo no final do romance Tempo do Desprezo, depois de sofrer uma lesão grave que estilhaçou seu cotovelo e coxa e o deixou gritando de agonia e delirando até que as Dríades o ajudassem”.

“’Mas ele foi curado pelas Águas de Brokilon!’ Ouvi dizer que seus fãs de livros criticam e você está certo, Geralt foi curado na Floresta de Brokilon por suas águas mágicas, mas a cura não anula ou diminui sua deficiência. Na verdade, após a cura, Geralt encontra muitas das coisas que usou fazer tornou-se mais difícil. Ele se queixa de fortes dores no braço da espada (especificamente no cotovelo) e na perna (especificamente no joelho e às vezes no quadril) ao longo dos livros após o Tempo do Desprezo e em diante”.

“Isso afeta seu andar, fazendo-o mancar que aumenta de intensidade dependendo do clima. Ele acha que andar de Roach por longos períodos é muito desconfortável. Ele fica inquieto ao sentar-se porque de repente seu joelho vai travar e precisa se levantar novamente para alongá-lo. Às vezes a dor é tão forte que ele deixa cair sua espada porque seu cotovelo não consegue suportar o impacto, e ele nem sempre consegue lutar no estilo de espada típico da Wolf School (envolve muitas piruetas) por causa de seu joelho e quadril”.

O rapaz ainda explicou o motivo pelo qual era importante ver um protagonista do nível de Geralt ter uma deficiência, até como forma de representatividade. “Acrescenta muito a Geralt como personagem e protagonista. Quando você pensa em Geralt de Rivia, você pensa em um herói forte e capaz (embora às vezes relutante). Isso não é algo que você vê com frequência em romances de fantasia ou no gênero como um todo e, como alguém cujas deficiências incluem osteoartrite e danos nos nervos, significava para o mundo ver alguém como eu ser um famoso e poderoso caçador de monstros. Quando Geralt fica incapacitado, ele não é retratado como sua vida ‘acabando repentinamente’, ele ainda é tão capaz e forte e aprende a compensar suas técnicas de luta com espada para trabalhar com sua deficiência. Quando li os romances, me vi muito em Geralt porque ele tinha algumas das mesmas deficiências que eu e significava muito ver um personagem que eu admirava passando pelas mesmas coisas que eu. Ele ficava irritado / frustrado com sua deficiência, a dor às vezes era demais para ele… essas foram todas as minhas experiências vividas também”, concluiu ele.

Comunicólogo balzaquiano, paulistano, e com experiência vasta nesse mundo virtual. Adorador de séries, filmes, quadrinhos, e tudo o que envolve a cultura pop.

Paulo Afonso

Comunicólogo balzaquiano, paulistano, e com experiência vasta nesse mundo virtual. Adorador de séries, filmes, quadrinhos, e tudo o que envolve a cultura pop.


SIGA-NOS E VEJA MAIS


Veja mais ›