Netflix não está aberta a discussões; plataforma vai ter anúncios, avisa executivo

Durante uma premiação, Ted Sarandos comentou novamente sobre o planos da Netflix ter anúncios em seu serviço

publicidade

Por um bom tempo surgiram notícias de que Netflix passaria a oferecer planos com propagandas em seu serviço de streaming, um dos objetivos é evitar o aumento do valor das mensalidades.

Segundo uma matéria do CB, o co-diretor executivo Ted Sarandos abordou o assunto de ter propagandas na Netflix em um conferência no Cannes Lions. Ele estava no evento para receber prêmio de Personalidade do Ano em Entretenimento.

publicidade

O executivo falou sobre uma série de questões que o futuro da empresa deve enfrentar. No entanto, a ideia de incluir ou não anúncios não é uma delas.

Sarandos deixou isso claro. A única determinação que os executivos estão fazendo na marca é se devem ou não possuir sua plataforma de anúncios ou ter uma entidade externa ajudando a executá-la.

“Se isso se tornar tão importante [que] queremos ter controle sobre isso, talvez possamos”.

Alguns ficaram confusos sobre a ideia, questionado que o dinheiro que gastam em um serviço de streaming deve ser usado para complementar a receita de anúncios, mas a empresa não acredita muito nisso.

publicidade

O co-fundador Reed Hastings também fez um comentário sobre esse tema no início deste ano: “Aqueles que seguem a Netflix sabem que sou contra a complexidade da publicidade e um grande fã da simplicidade da assinatura”.

“Por mais que eu seja fã disso, sou um grande fã da escolha do consumidor. E permitir que consumidores que gostariam de ter um preço mais baixo e são tolerantes à publicidade consigam o que querem, faz muito sentido. Está bem claro que está funcionando para o Hulu. A Disney está fazendo isso, a HBO fez isso. Não temos dúvidas de que funciona”.

publicidade

Anteriormente a Netflix esclareceu sua intenção aos acionistas depois que o crescimento da receita desacelerou este ano: “Nosso crescimento de receita desacelerou consideravelmente, como mostram nossos resultados e previsões abaixo”.

Também nesta carta, eles disseram aos investidores que as deficiências poderiam ser atribuídas ao compartilhamento de senhas nesse meio tempo.

“O streaming está conquistando o linear, como prevíamos, e os títulos da Netflix são muito populares em todo o mundo. No entanto, nossa penetração doméstica relativamente alta – ao incluir o grande número de famílias que compartilham contas – combinada com a concorrência, está criando ventos contrários no crescimento da receita”.

publicidade

“O grande impulso do COVID para o streaming obscureceu a imagem até recentemente. Enquanto trabalhamos para reacelerar nosso crescimento de receita – por meio de melhorias em nosso serviço e monetização mais eficaz do compartilhamento multifamiliar – manteremos nossa margem operacional em torno de 20%”.

O que você achou? Siga @siteepipoca no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›